$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: DISCURSOS SOBRE LITERATURAS DE LÍNGUA INGLESA: PERCEPÇÕES E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): DANIELLE DE ALMEIDA MENEZES

Colaborador(es):  LUCIA PACHECO DE OLIVEIRA - Orientador
Número do Conteúdo: 16092
Catalogação:  05/08/2010 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=16092@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=16092@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.16092

Resumo:
A presente tese analisa o discurso de professores universitários de literaturas em língua inglesa, com diferentes perfis profissionais, a fim de: (1) revelar como definem literatura, (2) identificar a função das escolhas linguísticas que caracterizam seu discurso sobre literatura e ensino, e (3) descrever de que maneira constroem discursivamente sua prática. Para tanto, o arcabouço teórico recorre às áreas de Literatura e de Linguística. Na primeira, são discutidas três formas de se abordar o fenômeno literário: o viés artístico (Castro, 1996; Todorov, 2009), o viés psicanalítico (Vygotsky, 1999 [1925]; Eagleton, 1997) e o viés empírico (Schmidt, 1982). Em seguida, é apresentado um breve panorama histórico acerca da complexa organização dos cursos de Letras no ensino superior (Sá Campos, 1987) e discutem-se também questões relacionadas ao ensino de literaturas de língua inglesa no Brasil (Izarra, 1999; Jordão, 2001a; Zyngier, 2003). No âmbito linguístico, recorre-se às noções de linguagem e discurso, em uma perspectiva dialógico-sistêmico-funcional, bem como a uma visão de análise do discurso enquanto atividade multidisciplinar a fim de direcionar a análise de dados (Bakhtin, 1979 [1930]; 2006 [1979]; Chouliardak e Fairclough, 2001; Fairclough, 2001; Halliday e Hasan, 1989; Halliday, 1994). Os dados para a presente pesquisa foram gerados a partir de entrevistas semi-estruturadas com dez professores de instituições de ensino superior, públicas e privadas, localizadas em diferentes partes da cidade do Rio de Janeiro. A partir da adoção de uma abordagem qualitativa e do auxílio de ferramentas da Linguística de Corpus (Biber, Conrad e Reppen, 1998; Oliveira, 2009), a análise dos dados foi desenvolvida em três partes. Na primeira, busca-se categorizar as percepções de literatura apresentadas pelos participantes; na segunda, tendo por base as palavras-chave geradas pelo WordSmith Tools (Scott, 1999) para cada entrevista, são identificadas dimensões que caracterizam o discurso docente; e, na terceira, são discutidas as práticas pedagógicas dos participantes assim como relatadas nas entrevistas. Em relação às visões de literatura, os resultados revelam que os participantes apresentam entendimentos variados, que são aqui agrupados em três macrocategorias principais: identificação, composição e finalidade. A análise das palavras-chave indica que o discurso sobre literatura e ensino dos dez participantes se organiza em cinco dimensões, a saber: ontológica, metodológica, institucional, cognitiva e sócio-histórica, a maior parte das quais tende a privilegiar questões relacionadas ao ensino do que à discussão teórica sobre literatura. Por fim, as práticas pedagógicas reportadas pelos participantes da pesquisa tendem a ser descritas em três diferentes níveis, que vão do autoritarismo e controle ideológico à autonomia discente, incluindo uma atitude intermediária. Em termos da escolha da língua a ser utilizada nas salas de aula de literatura, o estudo revela uma complexa variação entre instituições de ensino públicas e particulares, em que as primeiras são consideradas melhores por alguns participantes. Entre as implicações desse estudo para o conhecimento científico, aponta-se a real necessidade de se investigar questões relacionadas à sala de aula de literatura, seguindo uma tradição já amplamente praticada por professores de língua (cf. Rajagopalan, 2001a; Rajagopalan, 2001b; Grigoletto, 2001; Keys, 2001; Jorge, 2001; Jordão, 2004; Paiva, 2005a; Gieve e Miller, 2006; Miccoli, 2007). Adicionalmente, no campo aplicado, essa tese revela a necessidade latente de fomentar uma abordagem crítico-reflexiva no ensino de literaturas de língua inglesa, que seja capaz de contribuir efetivamente para a formação de indivíduos autônomos.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
CAPÍTULO 6  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXO  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui