$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: O LIVRO DIDÁTICO DE INGLÊS EM UMA ABORDAGEM SÓCIO-DISCURSIVA: CULTURAS, IDENTIDADES E PÓS-MODERNIDADE
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): ROGÉRIO TILIO

Colaborador(es):  LUCIA PACHECO DE OLIVEIRA - Orientador
Número do Conteúdo: 8835
Catalogação:  16/08/2006 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=8835@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=8835@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.8835

Resumo:
A presente tese de doutorado tem como objetivo investigar o discurso dos livros didáticos de ensino de inglês como língua estrangeira e sua relação com a construção de identidades sociais dos alunos. Buscando verificar como estes livros representam sócio-discursivamente o mundo e os contextos culturais relacionados à língua alvo; observar em que medida oferecem oportunidades de voz aos alunos; e como situam-se em relação ao ensino e aprendizagem da língua inglesa, esta pesquisa adota uma teoria de linguagem de base sistêmico- funcional, uma perspectiva sócio-interacionista de ensino e aprendizagem e uma abordagem crítica de discurso e de cultura. A partir de uma visão não-essencialista das identidades e considerando a sociedade inserida na pós- modernidade, este trabalho analisa doze livros de ensino de inglês, de seis séries didáticas, nos níveis iniciante e intermediário. Os livros foram selecionados de acordo com parâmetros de variação quanto aos seus objetivos comunicativos, público alvo, local e data de publicação, bem como mercados consumidores. Os tópicos e os contextos culturais foram investigados para identificar a visão de mundo representada em cada livro (metafunção ideacional); as atividades propostas foram relacionadas aos papéis sociais imaginados pelo autor para os usuários projetados do livro e às oportunidades para o aluno mostrar sua voz (metafunção interpessoal); e a organização estrutural do material (metafunção textual) foi estudada com a finalidade de identificar as crenças do autor em relação ao processo de ensino e aprendizagem de inglês como língua estrangeira. A análise do corpus mostrou que as escolhas dos tópicos e dos contextos culturais propiciam uma visão de mundo que pode induzir os alunos a adotar determinadas identidades que são apresentadas como certas, socialmente aceitas e legitimadas nos livros. Os resultados apontam para uma visão de mundo, em oito dos doze livros, americanizada e europeizada, sendo o status e a visibilidade determinantes de sucesso, tal como na sociedade pós-moderna. A organização dos livros didáticos, muitas vezes tematizando o componente gramatical, mostra que os autores, em sua maioria, vêm o processo de ensino e aprendizagem como um conjunto de regras formais a serem apreendidas e reproduzidas e não como uma forma de agir no mundo. A análise das atividades propostas mostrou que há pouco espaço para a cultura dos aprendizes e poucas oportunidades para que mostrem sua voz e exerçam livremente suas identidades. Os resultados da pesquisa apontam para a importância da discussão das questões relevantes ligadas ao uso do livro didático e necessidade de conscientização dos alunos, professores e pesquisadores quanto à força social e discursiva destes materiais, que podem interferir na construção de identidades, de mundos e de crenças.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
CAPÍTULO 6  PDF
CAPÍTULO 7  PDF
CAPÍTULO 8  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS, ANEXOS E APÊNDICES  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui