INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: O SINDICATO COMO ESPAÇO DE FORMAÇÃO: TRAJETÓRIAS DE PROFESSORES MILITANTES DO SEPE/CAXIAS
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARLUCE SOUZA DE ANDRADE

Colaborador(es):  ISABEL ALICE OSWALD MONTEIRO LELIS - Orientador
Catalogação:  24/05/2018 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=33971@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=33971@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.33971

Resumo:
Esta tese tem como objeto de estudo o sindicato enquanto instância de formação para o professor, procurando identificar as contribuições da participação sindical através de entrevistas sobre as trajetórias de vida de professores militantes, questionários aplicados aos membros da base e direção sindical em assembleias e observações dos fóruns ordinários e extraordinários promovidos pelo Sindicato dos Profissionais da Educação de Duque de Caxias (Sepe/Caxias). A escolha desse núcleo se deveu à sua história de 38 anos de lutas junto aos profissionais da educação da cidade. Foram entrevistados 15 professores de diferentes segmentos com mais de 5 anos de militância junto ao Sepe/Caxias, os quais relataram sua origem social, trajetória de formação, ingresso na docência e sua experiência sindical. Nos relatos, sobressaiu a origem humilde e pouco escolarizada e politizada das famílias desses sujeitos. A inserção deles na militância ocorreu via redes de sociabilidade, como grupos de jovens e participação nas comunidades eclesiais de base, onde os sujeitos são incentivados a agir sobre o mundo. Além disso, a universidade, a associação de moradores e o partido político aparecem como pontes de aproximação com o sindicato. Mediante crescente atuação junto ao movimento sindical, os sujeitos relataram construir novos olhares para a docência e para a sociedade, contribuindo para a construção de uma identidade docente mais crítica. Os questionários evidenciaram as repercussões do envolvimento sindical nas relações que se estabelecem na escola, ora tendendo ao rechaço, ora ao prestígio, o professor militante vê sua trajetória profissional marcada também pela sua trajetória sindical. Ao adotar a observação da participação dos professores nas suas reuniões mensais de representantes de escola, assembleias, fóruns, atos e outros espaços promovidos pelo sindicato, a pesquisa pretendeu compreender a atuação desses sujeitos nesse contexto social, apreendendo a dimensão formativa dos diferentes espaços e tempos organizados por essa instituição. No cruzamento dos dados, foi possível identificar dois tipos de formação no âmbito sindical. Aquela que se dá no dia a dia das ações entre os pares e aquela que é previamente organizada em função de um objetivo. A primeira se trata de uma formação político-sindical que se dá pela participação nas reuniões, conselhos, assembleias, atos e demais ações promovidas pelo sindicato; está ligada ao conhecimento dos direitos, à interação com a sociedade e à conscientização enquanto categoria docente. Embora seja voltada à ação coletiva, esse tipo de formação é de difícil mensuração, visto que age sobre os conhecimentos e experiências pessoais de cada participante. Portanto, sua aprendizagem varia de acordo com suas disposições anteriores e intensidade de atuação no movimento sindical. O segundo tipo é uma formação político-pedagógica, que segue um objetivo específico, quase sempre pedagógico ou funcional. Visa atender uma demanda imposta ao sindicato no contexto das lutas travadas pela melhoria das condições de exercício da docência. Para sua execução, recorre-se ao intercâmbio entre instituições, buscando a ajuda de especialistas acadêmicos. Por outro lado, aproveita-se também a experiência profissional dos membros do movimento sindical, tanto a acadêmica quanto a adquirida em outros espaços de militância. A tese aponta a importância dos sindicatos na formação dos professores, sobretudo em tempos de instabilidade democrática em que se acentua a precarização do magistério e avançam projetos de retirada de direitos e perda da autonomia docente.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui