INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: PROCESSOS DE PLANEJAMENTO NOS PÓLOS TECNOLÓGICOS UM ENFOQUE ADAPTATIVO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MIGUEL DOMINGO GONZALEZ ALVAREZ

Colaborador(es):  MARIA ANGELA CAMPELO DE MELO - Orientador
Número do Conteúdo: 2771
Catalogação:  25/07/2002 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=2771@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=2771@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.2771

Resumo:
A presente tese tem por objetivo geral estudar os processos de planejamento dos pólos tecnológicos, envolvendo a articulação da temática específica desses pólos e a perspectiva do planejamento, a busca de elementos que propiciem a melhor compreensão da dinâmica dos processos de planejamento dos pólos e o registro dos resultados da experimentação de introdução de um modo de planejamento apropriado para os pólos, aplicado em um caso específico. Dadas as características da problemática desses pólos, esse objetivo é delimitado, privilegiando- se o enfoque do Planejamento Adaptativo. Nessa perspectiva, ao longo do trabalho articula-se as temáticas dos pólos e do planejamento. Inicialmente, apresenta-se uma contextualização das mudanças estruturais das últimas décadas da economia mundial, as quais são associadas às mudanças organizacionais e ao substancial aumento de cooperação entre agentes, observado a partir da década de oitenta. Assim, os pólos são vistos como uma dessas formas de cooperação. Em seguida, discute-se a experiência internacional mais representativa dos Science Parks, estabelecendo suas origens, seus vários conceitos, sua evolução, seu desempenho e as características comuns e distintivas entre países. Em uma discussão mais ampla, aborda-se a experiência brasileira dos pólos tecnológicos e de modernização, estabelecendo elementos de comparação com a experiência internacional discutida anteriormente. A análise é aprofundada discutindo-se, a partir da perspectiva do planejamento, a problemática envolvida no desenvolvimento dos pólos brasileiros, apontando seus altos níveis de complexidade, conflito e incerteza. O Planejamento Adaptativo é discutido em um capítulo especial, abrangendo a apresentação das suas raízes e das suas tendências, quais sejam o Redesenho Normativo de Sistemas e o Planejamento Não Sinóptico, e as metodologias específicas compreendidas por essas tendências. Discutem-se as implicações para o planejamento dos pólos,que decorrem dessa análise, confirmando-se que as abordagens do Planejamento Adaptativo não Sinóptico são as mais apropriadas para lidar com a problemática dos pólos. Aprofundando essa análise, caracteriza-se o sistema geral que as entidades gestoras dos pólos visam desenvolver, introduz-se o conceito de espaços de intervenção do planejamento e desenvolve-se um arcabouço para a avaliação no espaço interno dessas entidades. O trabalho inclui uma pesquisa exploratória e um estudo de caso, ambos realizados focalizando iniciativas no Estado do Rio de Janeiro. Na pesquisa exploratória, estudam-se as iniciativas conduzidas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, estabelecendo-se elementos metodológicos para a análise dos processos de planejamento envolvidos nas incubadoras e parques tecnológicos. O estudo de caso é um trabalho mais profundo, visando a introdução da filosofia do Planejamento Adaptativo no desenvolvimento do Parque de Alta Tecnologia do Norte Fluminense. As conclusões da tese apontam que suas principais contribuições decorrem da articulação das temáticas dos pólos e do planejamento, estabelecendo bases para a melhor compreensão da dinâmica dos processos de planejamento dos pólos e fornecendo elementos metodológicos e conceituais para a análise e implementação do Planejamento Adaptativo.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRAD., RES., ABST., SUM., LIST. DE FIGS., DE TABS., DE ABREV. E SIGL., CAPÍTULOS 1 AO 3  PDF  
CAPÍTULOS 4, 5, 6 E 7  PDF  
CAPÍTULO 7 (CONTINUAÇÃO), ANEXOS 1, 2, 3, REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  PDF  
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui