INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: REPRESENTAÇÕES DO LIVRO DIDÁTICO DE INGLÊS: ANÁLISE DOS DISCURSOS DE PRODUTORES E USUÁRIOS COM BASE NA LINGUÍSTICA SISTÊMICO-FUNCIONAL
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): RENATO CAIXETA DA SILVA

Colaborador(es):  BARBARA JANE WILCOX HEMAIS - Orientador
Número do Conteúdo: 20597
Catalogação:  22/10/2012 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=20597@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=20597@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.20597

Resumo:
Esta tese tem como tópico de pesquisa as representações acerca de livros didáticos de inglês construídas na sociedade por seus produtores (autores e editores) e por seus usuários (professores e alunos). A Linguística Sistêmico- Funcional e conhecimentos sobre representações produzidos nas áreas de Estudos Culturais e Psicologia Social constituem os fundamentos teóricos deste estudo, pautando-se por uma visão de construção social da realidade. Mais especificamente, servem como guia de análise uma proposta de análise semânticodiscursiva e a Gramática do Design Visual, ambas de base sistêmico-funcional. Assim, com base nas teorias consideradas, esta tese leva em conta que o livro didático de inglês é um gênero discursivo presente na cultura educacional brasileira e que carrega em si outros gêneros; e também que ele é um objeto de representação dada sua relevância na sociedade em termos políticos, econômicos, culturais e pedagógicos. Este estudo apresenta, então, análise do discurso de produtores de livros didáticos de inglês, considerando gêneros discursivos produzidos por autores e ou editores sobre cinco coleções didáticas distintas (anúncios de catálogos, quartas capas, e apresentações em manuais do professor) bem como análise do discurso de usuários considerando entrevistas com 12 professores usuários de volumes dessas coleções, e 116 questionários com alunos destes docentes sobre o livro utilizado. Estes livros são usados em cinco estabelecimentos de ensino diferentes localizados em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro. A pesquisa é de cunho qualitativo, caracteriza-se pela multiplicidade, e seu caráter construtivista está presente na explicitação das representações através da análise do uso cotidiano da linguagem, nomeando-as e sistematizando-as a partir de elementos verbais e não verbais presentes e recorrentes no corpus. Esta em si é uma das contribuições deste estudo. As análises indicam que produtores e usuários, em geral, representam o livro didático de inglês como fonte, agente, curso e atração, sendo pouco recorrentes as representações do livro didático como facilitador e guia no discurso dos produtores. Já a análise do discurso dos usuários evidencia que os docentes ainda representam o livro de inglês como organizador, suporte, mercadoria, possibilidade, e curso. Diferentemente dos produtores, os usuários (professores e alunos) veem o livro didático como facilitador e como guia de maneira mais recorrente. O estudo mostra que os mesmos recursos de significação, ou semelhantes, contribuem para a construção das representações na e pela linguagem, e que as representações também estão relacionadas entre si. Os recursos de significação que contribuem para a construção das representações são de cunho ideacional, interpessoal e textual, não estando estas, então, limitadas ao aspecto ideacional da linguagem. Além de evidenciar as representações, este estudo ainda sugere que essas representações regulam as práticas sociais de produtores e usuários de livros didáticos. Outras contribuições desta tese podem ser a aplicação dos conhecimentos aqui produzidos em cursos de formação de professores, a promoção de conscientização sobre o discurso a respeito do livro didático em momentos de seleção e avaliação do material, e constituindo-se como um ponto de partida para investigações futuras.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
CAPÍTULO 6  PDF
CAPÍTULO 7  PDF
CAPÍTULO 8  PDF
CAPÍTULO 9  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui