Buscas - Coleção Digital
    :                                                                                                 Direitos Autorais
PUC-Rio
PUC-Rio
Toolbox E-mail Help Plugins Acessos Area Restrita
 
aba parte esquerda Coleção Digital aba parte direita
aba parte esquerda Sala Virtual aba parte direita
aba parte esquerda Sala de Aula aba parte direita
aba parte esquerda Lab Remoto aba parte direita
aba parte esquerda EMA aba parte direita
aba parte esquerda Projetos Especiais aba parte direita
Aumentar letra Diminuir letra Normal Contraste
 
Maxwell
imagem de espaçamento
  Página Inicial
imagem de espaçamento
  Buscas
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
  Estatísticas
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
imagem de espaçamento
  Sobre
imagem de espaçamento
rodape do menu


Consulta aos Conteúdos

Estatísticas | Formato DC  

Título: FANTÁSTICA MARGEM: O CÂNONE E A FICÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): FABIANA DA CAMARA GONCALVES PEREIRA
Colaborador(es): JULIO CESAR VALLADAO DINIZ - Orientador
Catalogação: 23/05/2005 Idioma(s): PORTUGUÊS - BRASIL
Tipo: TEXTO Subtipo: TESE
Natureza: PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota: Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]: https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/Busca_etds.php?strSecao=resultado&nrSeq=6493@1
Referência [en]: https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/Busca_etds.php?strSecao=resultado&nrSeq=6493@2
Referência DOI: https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.6493
Resumo:
A dissertação delineia as trajetórias de produção e crítica da literatura de ficção científica no Brasil, de meados do século XIX até hoje. O objetivo é investigar o processo de marginalização do gênero na perspectiva da constituição dos cânones da literatura brasileira, divididos, de uma maneira genérica, em duas vertentes: a erudita, que legitima a intelectualidade nacional relacionando-a à alta cultura européia; e a popular, mediada pela mesma elite intelectual, na qual os mitos da brasilidade são afirmados ideologicamente. A análise dos discursos críticos sobre a ficção científica revela esta dualidade, além de alguns dos valores, pressupostos e práticas discursivas que regulam o processo de estabelecimento do cânone no Brasil. A problematização destes parâmetros é uma das chaves para compreender a não-assimilação do gênero pelo cânone oficial que constrói politicamente a idéia de Literatura Brasileira.
Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
<< voltar
Buscas no domínio PUC-Rio