ETDs @PUC-Rio
Consulta aos Conteúdos
Estatística
Título: MEDIAÇÕES DO DESIGN NA CONSTRUÇÃO DE INTERFACES DE JOGOS INFANTIS ONLINE
Autor(es): DANIELA DE CARVALHO MARÇAL
Colaborador(es): JACKELINE LIMA FARBIARZ - Orientador
ALEXANDRE FARBIARZ - Coorientador
Catalogação: 18/OUT/2011 Idioma(s): PORTUGUÊS - BRASIL
Tipo: TEXTO Subtipo: TESE
Notas: [pt] Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
[en] All data contained in the documents are the sole responsibility of the authors. The data used in the descriptions of the documents are in conformity with the systems of the administration of PUC-Rio.
Referência(s): [pt] https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/projetosEspeciais/ETDs/consultas/conteudo.php?strSecao=resultado&nrSeq=18514@1
[en] https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/projetosEspeciais/ETDs/consultas/conteudo.php?strSecao=resultado&nrSeq=18514@2
DOI: https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.18514
Resumo:
A interação da criança com a tecnologia há muito se faz presente nas sociedades, não sendo então uma característica específica da sociedade contemporânea. O fato de as crianças estarem cada vez mais cedo dominando e interagindo com tecnologias complexas em situações que até então eram restritas ao universo adulto, como por exemplo a internet, mostra-se mais evidente na sociedade atual. Partimos do entendimento de que as novas tecnologias estão mudando os modos de constituição e desenvolvimento das relações sociais e também seus modos de significação. Nos aproximamos da criança inscrita na contemporaneidade por, a partir dela, estar criando sua identidade e se tornando sujeito desta sociedade. Esta pesquisa tem como tema central questões relacionadas ao papel do designer como mediador nos processos de desenvolvimento da linguagem, identidade e da produção de sentidos na interação da criança com interfaces de jogos infantis online. A partir da observação de um grupo de crianças entre 10 e 11 anos, moradores das comunidades da Rocinha e Vidigal, Zona Sul do Rio de Janeiro, durante suas atividades no projeto intitulado Khouse do Departamento de Informática da PUC-RIO, discutimos questões relativas ao papel do designer enquanto produtor cultural participante na proposição de modos linguísticos de produção de sentidos. Concluímos entendendo o papel do design como mantenedor de mitos e esteriótipos e indicamos ser vital refletir sobre seu lugar como promotor de novos conceitos e aquisições de conhecimentos da criança em sua relação com a internet.
Descrição: Arquivo:   
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTA DE FIGURAS PDF    
CAPÍTULO 1 PDF    
CAPÍTULO 2 PDF    
CAPÍTULO 3 PDF    
CAPÍTULO 4 PDF    
CAPÍTULO 5 PDF    
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PDF