INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: O RESPEITO PELO ORIGINAL: UMA ANÁLISE DA AUTOTRADUÇÃO A PARTIR DO CASO DE JOÃO UBALDO RIBEIRO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARIA ALICE ANTUNES

Colaborador(es):  MARCIA DO AMARAL PEIXOTO MARTINS - Orientador
Número do Conteúdo: 9825
Catalogação:  25/04/2007 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=9825@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=9825@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.9825

Resumo:
Esta tese se insere no âmbito dos estudos descritivos da tradução e investiga a autotradução a partir do caso do escritor brasileiro João Ubaldo Ribeiro. Com base em uma nova concepção do autor-modelo (Eco, 1979a; 1979b; 1994), este estudo investiga se o exercício da autotradução pode ser visto, no caso do escritor brasileiro, como uma possibilidade de continuação, por assim dizer, do processo de escrita original. Para tal investigação, utiliza-se um corpus constituído por: (i) o artigo Suffering in translation, de autoria de João Ubaldo; (ii) entrevistas (publicadas ou não) e declarações diversas concedidas pelo escritor; (iii) os textos - original e tradução - produzidos por ele; (iv) resenhas escritas por críticos norteamericanos e publicadas nos Estados Unidos; e (v) livros escritos por críticos brasileiros sobre a obra do autor. Utiliza-se ainda instrumentos de pesquisa distintos: (i) a comparação entre original e tradução, freqüentemente feita por estudiosos da tradução; (ii) o modelo para análise de traduções de Lambert e van Gorp (1985); e (iii) a entrevista por e-mail (Mann & Stewart, 2000). Além da análise do corpus em si, este estudo apresenta um histórico da autotradução e relatos dos casos dos autotradutores Vladimir Nabokov, Samuel Beckett, Milan Kundera, escritores catalães e poetas escoceses. Esta apresentação tem por objetivo proporcionar o diálogo entre as diversas práticas autotradutórias.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui