$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: THE ENCHANTRESS NATURE: NATURE, SCIENCE AND ART IN ALEXANDER VON HUMBOLDT
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): LUCIA RICOTTA VILELA PINTO BRANDO PEDRAS

Colaborador(es):  LUIZ DE FRANCA COSTA LIMA FILHO - Orientador
Número do Conteúdo: 9023
Catalogação:  19/09/2006 Idioma(s):  PORTUGUESE - BRAZIL

Tipo:  TEXT Subtipo:  THESIS
Natureza:  SCHOLARLY PUBLICATION
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=9023@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=9023@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.9023

Resumo:
This dissertation s aim objective was to verify the use of literary language on the scientific works Ansichten der Natur and kosmos written by Alexander von Humboldt (1769-1859). The hypothesis emphasized the importance of the aesthetic treatment on the language, resulting in a certain scientific notion and pragmatic. Considering the everlasting preoccupation of Humboldt in never reducing science to its descriptive character nor reducing it to its technically operational character, we´ve perceived an anthropological knowledge predominantly structured,. this allow us to consider, throughout the symbolicaesthetic utilization of scientific matters, many collapses that will be installed between imagination/conscience, magic/science, intuition/concept, mistery/ knowledge, ideal significance/physical appearance, ideal/real, objective/subjective. We then discuss that the conditions of perception and those of experiment transform, the result of the accomplishment. The prerogatives in the Standpunkt of cosmovision and other ways of mediation, like traveling , the exit and the return to oneself, preserve the sensation of totality, in a world growing in disintegration. In conclusion, Humboldt´s science being language and being preserved in its form from its moral effects reveals the possibility of reintegration of Nature and spirit, however it doesn´t change them into an indissoluble unity. Considered as poetic Science, and due to the harmony that it brings forth, Humboldt´s knowledge gives to the empirical a starting point, a direction that will precisely signify an idealistic/ transcending recover over of the world.

Descrição Arquivo
COVER, ACKNOWLEDGEMENTS, RESUMO, ABSTRACT AND SUMMARY  PDF
CHAPTER 1  PDF
CHAPTER 2  PDF
CHAPTER 3  PDF
CHAPTER 4  PDF
CHAPTER 5  PDF
CHAPTER 6  PDF
BIBLIOGRAPHY AND APPENDICES  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui