INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: A RESOLUTIO COMO ITINERÁRIO METAFÍSICO DE SANTO TOMÁS DE AQUINO: A ELEVAÇÃO DA DÝNAMIS ARISTOTÉLICA A POTENTIA ESSENDI NAS QUAESTIONES DISPUTATAE DE POTENTIA DEI
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): SERGIO DE SOUZA SALLES

Colaborador(es):  CARLOS ALBERTO GOMES DOS SANTOS - Orientador
Número do Conteúdo: 7709
Catalogação:  27/01/2006 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=7709@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=7709@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.7709

Resumo:
Dentre as obras de que dispomos para a reconstituição do pensamento metafísico de Tomás de Aquino (1225-1274), encontram-se as Quaestiones disputatae De Potentia Dei, redigidas entre 1265 e 1266. Conhecer o itinerário (iter) filosófico do De Potentia é tarefa indispensável não só para a exegese da obra, mas, sobretudo, para determinar a originalidade da síntese metafísica de seu autor. O iter metafísico do Aquinate se orienta em torno de duas vias complementares, a saber: a via de resolução (via resolutionis) e a via de composição (via compositionis). Cada via se desdobra na consideração do ente enquanto tal à luz das causas intrínsecas (secundum rationem) ou das causas extrínsecas (secundum rem). A análise dos argumentos do De Potentia revela que o termo a quo da via de resolução pelas causas intrínsecas (via resolutionis secundum rationem) consiste na elevação da dýnamis aristotélica à condição de potentia essendi, enquanto o seu termo ad quem é a resolução de todos os atos e de todas as perfeições dos entes na atualidade e na perfeição do ato de ser (actus essendi). Em perspectiva ulterior, os entes são elevados à condição de participantes do próprio ser subsistente (ipsum esse subsistens), realizando-se assim o itinerário da via de resolução pelas causas extrínsecas (via resolutionis secundum rem). É a superação pela via de resolução no esse das antíteses sobre as quais nasce nossa herança metafísica (participação e causalidade, transcendência e imanência, platonismo e aristotelismo) que constitui a contribuição mais original de Tomás de Aquino à vida cultural do Ocidente.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF  
CAPÍTULO 1  PDF  
CAPÍTULO 2  PDF  
CAPÍTULO 3  PDF  
CAPÍTULO 4  PDF  
CAPÍTULO 5  PDF  
CAPÍTULO 6  PDF  
BIBLIOGRAFIA E APÊNDICES  PDF  
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui