INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: UM MANDATO PARA A PAZ: O CASO DA NEGOCIAÇÃO ENTRE O GOVERNO DE ANDRÉS PASTRANA E AS FORÇAS ARMADAS REVOLUCIONÁRIAS DA COLÔMBIA (1998-2002)
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARCOS CELSO ALVES

Colaborador(es):  MONICA HERZ - Orientador
Número do Conteúdo: 7682
Catalogação:  13/01/2006 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=7682@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=7682@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.7682

Resumo:
A dissertação visa relatar e analisar o fracasso do processo de paz realizado na Colômbia, durante o governo do presidente Andrés Pastrana, entre os anos de 1998 e 2002. A realidade local constituía-se num drama humanitário cuja solução se mostrava contrária à sustentação de mitos como o de uma democracia política estável ou o da pobreza como a principal causa da violência. O firme desígnio de resolver pacificamente a luta armada exigia que se levasse em consideração a natureza complexa e instável do Estado, a identidade dos atores armados, a realidade do agravamento da crise social e a difícil conciliação entre os interesses internos e externos. O empreendimento conduzido pelo presidente Andrés Pastrana era objeto da área de estudos de resolução pacífica de conflitos, cujas lentes conceituais foram as escolhidas como ferramenta para leitura e interpretação dos fatos. Esta literatura lida com o contexto sócio-político no qual se desenvolvia o enfrentamento armado, abrangendo as várias características específicas deste contexto. Ela preconizava o reconhecimento mútuo e a flexibilização das exigências, para que a negociação apresentasse avanços. O colapso do processo de paz colombiano, entre outros aspectos, tornou evidentes os obstáculos para a transformação do conflito. Sequer conseguiu-se fazer que os dois lados presentes à negociação renunciassem ao uso das armas. Decorridos aproximadamente quatro anos de negociação entre o governo e as FARC, os esforços não lograram substituir uma histórica, vivaz e destrutiva experiência por outra, construtiva e benéfica, a qual poderia ter se sobressaído na eventual assinatura de um acordo de paz.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui