$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Formato DC|



Título: CARDOSO PIRES E A ARTE DE CRIAR MEMÓRIA
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): LARA NOGUEIRA DA SILVA LEAL

Colaborador(es):  IZABEL MARGATO - Orientador
Número do Conteúdo: 7150
Catalogação:  28/09/2005 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=7150@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=7150@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.7150

Resumo:
José Cardoso Pires procurou, ao longo de sua vida, lutar constantemente contra o que ele chamava de memória frágil da política. Acompanhar, pois, o processo de releitura da história de Portugal realizada pelo autor após a abertura dos arquivos da Pide, torna-se um possível caminho para uma melhor apreensão do lugar que pôde ser ocupado, em Portugal no século XX, pelo intelectua-lescritor. A presente dissertação pretende ler a atuação do intelectual José Cardoso Pires, especialmente no retrato de Portugal traçado por ele nas páginas do romance Balada da Praia dos Cães, como um esforço de se criar novas memórias do salazarismo que impeçam, ou pelo menos que dificultem, a eficácia das políticas de esquecimento promovidas pelos regimes pós- ditatoriais.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF  
INTRODUÇÃO  PDF  
CAPÍTULO 1  PDF  
CAPÍTULO 2  PDF  
CAPÍTULO 3  PDF  
NOTAS FINAIS  PDF  
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  PDF  
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui