$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Formato DC|



Título: IMAGENS CONTEMPORÂNEAS (DO SUBLIME): UM ESTUDO EM TORNO DA EXPERIÊNCIA ESTÉTICA
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): DANUSA DEPES PORTAS

Colaborador(es):  KARL ERIK SCHOLLHAMMER - Orientador
Número do Conteúdo: 7147
Catalogação:  27/09/2005 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=7147@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=7147@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.7147

Resumo:
Imagens contemporâneas (do sublime) procura refletir sobre o que é a imagem hoje. Esse estudo tem por objetivo desenvolver as noções de imagem e sublime no regime representativo da visualidade contemporânea. A imagem é entendida não mais como ponto de chegada visual de um enquadramento ótico que manifesta por projeção - na ordem da representação - uma essência objetiva atribuída por antecipação ao mundo revelado pelo Olhar de um Sujeito Universal e soberano; mas sim como um acontecimento, um evento, ponto de chegada de um processo, que remete ao jogo de toda uma série de mediações específicas denominado imagerie (produção de imagem). As mediações visuais, simultaneamente técnicas, semânticas e estéticas organizam a produção e a reprodução dos sujeitos dentro de uma cultura, redefinindo os conceitos de espaço, de tempo, de memória, de conhecimento, de fruição, o que implica o fim da epistemologia moderna e a necessidade de inventar novos modos de pensamento e, logo, de visualidade. Nesse contexto, a dupla modalidade do belo e do sublime kantianos vão ser tomados num processo de fundação da pós-modernidade, considerada como o estado presente da crise dos fundamentos modernos. O legado que a noção de sublime deixa para a estética relaciona-se ao reconhecimento da realidade como disponível para as experimentações múltiplas e provisórias, aproximando realidade e arte, tornando a realidade tão ficcional quanto a arte. A obra da artista plástica Cindy Sherman oferece um campo fértil na investigação das noções de imagem e sublime. Através do uso de técnica e suporte fotográfico, ela elabora não um objeto de crítica artística, mas antes se constitui em instância de crítica. Sherman constrói uma metalinguagem com a qual pode então operar no plano mito-gramático da arte. Ela compõe séries fotográficas com imagens de desgosto ou riso (mais do que de prazer), e o fato dessas sensações serem sustentadas como substituição do prazer estético orienta a ordem de experiência na cena contemporânea que se pretendeu investigar.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF  
CAPÍTULO 1  PDF  
CAPÍTULO 2  PDF  
CAPÍTULO 3  PDF  
CAPÍTULO 4  PDF  
CAPÍTULO 5  PDF  
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E APÊNDICES  PDF  
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui