$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Formato DC|



Título: ANÁLISE CRÍTICA DAS DIVERSAS METODOLOGIAS DE MEDIÇÃO DE UMIDADE DISPONÍVEIS A SEREM UTILIZADAS POR UM LABORATÓRIO DE CALIBRAÇÃO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): LUIZ ALBERTO DOS SANTOS LIMA

Colaborador(es):  ALCIR DE FARO ORLANDO - Orientador
Número do Conteúdo: 5705
Catalogação:  12/11/2004 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=5705@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=5705@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.5705

Resumo:
Recentemente, a umidade vem sendo um dos parâmetros cujas necessidades de medição e controle mais se desenvolvem especialmente em processos os farmacêuticos, de biotecnologia, automobilísticos, além de instalações de ar condicionado. A necessidade de expansão da rede de laboratórios de calibração de umidade, rastreados à Rede Brasileira de Calibração, torna-se cada vez maior para atender a demanda da indústria, além de contribuir para a melhoria dos níveis de incerteza de medição. Este trabalho tem como objetivo uma análise crítica das diferentes metodologias de medição de umidade para uso em laboratórios de calibração. Foram avaliadas as mais utilizadas expressões para a pressão parcial de vapor, visando o cálculo de umidade, e foi realizada uma comparação com a formulação de Sonntag, a mais aceita na comunidade metrológica internacional. Foi também analisada uma comparação entre alguns dos softwares disponíveis na internet para o cálculo dos principais parâmetros de umidade, tomando como referência a mesma formulação. Dentre os fatores de possível influência nas medições de umidade, foi avaliado o comportamento da mistura ar seco-vapor d´água como gás ideal e real, bem com as alterações na composição do ar. Foi feita uma análise das principais fontes de incerteza de medição seguindo a metodologia de medição de umidade a partir da temperatura de ponto de orvalho. Finalmente, o objetivo deste trabalho é apresentar aos laboratórios de calibração de umidade uma análise crítica das metodologias disponíveis para medição de umidade, juntamente com as incertezas alcançadas.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF  
CAPÍTULO 1  PDF  
CAPÍTULO 2  PDF  
CAPÍTULO 3  PDF  
CAPÍTULO 4  PDF  
CAPÍTULO 5  PDF  
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  PDF  
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui