$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC | MARC |



Título: A COMUNICABILIDADE DO CASO CARLOS EDUARDO DE ALBUQUERQUE MARANHÃO: CAMINHOS E DESCAMINHOS DE UM DISCURSO DE RESISTÊNCIA NA CRACOLÂNDIA PAULISTA
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARIA HADDOCK LOBO

Colaborador(es):  LIANA DE ANDRADE BIAR - Orientador
Número do Conteúdo: 53600
Catalogação:  08/07/2021 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=53600@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=53600@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.53600

Resumo:
Este trabalho analisa um discurso de resistência gravado em 2017 na Cracolândia de São Paulo e observa sua viralização e circulação até sua transformação em um caso. A pesquisa investiga como a fala de Carlos Eduardo é seguidamente compartilhada (re-entextualizada) e quais são os efeitos discursivos destas circulações textuais. Mediadas por categorias da antropologia linguística contemporânea, as análises de dados interrelacionam a história da pesquisa, os temas maiores e a perspectiva da mídia corporativa sobre o caso. É uma pesquisa de natureza qualitativa, posicionada e implicad(íssima), pois é atravessada pela relação afetiva prévia entre o autor do discurso e a pesquisadora. A conclusão a que se chega é que o hibridismo do lugar social de Cadu é o próprio germe de sua mobilidade, que se manifesta no uso hábil das funções poéticas, no manejo dos índices que reúne. A transformação do caso em notícia abre por sua vez rotas de espraiamento (de comunicabilidade) diferentes das imaginadas (projetadas) no local de produção deste discurso (o coletivo antiproibicionista de redutores de danos A Craco Resiste). O entrelugar social de Cadu e seu lugar de exceção são grifados em narrativas focadas em sua biografia e os temas-tabu indiciados no discurso são apagados pela notícia espetacular de seu resgate improvável.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Logo maxwell Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui