$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: FADIGA EM OLHAIS OFFSHORE
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): LEONARDO LANNES VIEIRA

Colaborador(es):  JAIME TUPIASSU PINHO DE CASTRO - Orientador
Número do Conteúdo: 51090
Catalogação:  30/12/2020 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TRABALHO DE FIM DE CURSO
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=51090@1
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.51090

Resumo:
Na indústria offshore, a preocupação com a segurança nas operações é muito evidente, pois a maioria delas envolve muito risco devido à constante movimentação de cargas. Os olhais de içamento são um dos componentes estruturais mais presentes nos navios e plataformas, e estes são dimensionados e montados de acordo com diversos fatores, como por exemplo, a resistência a fadiga. Por conta desse cuidado com a operação, há uma enorme demanda por inspeção nesses equipamentos para garantir uma confiabilidade até porque algumas falhas por fadiga não são visíveis a olho nu. Neste trabalho foi feita uma análise teórica das técnicas pós-soldagem, como o Hammer Peening e o esmerilhamento, para aprimoramento da resistência a fadiga de estruturas soldadas. Além disso, foi possível comprovar analíticamente o malefício causado pela corrosão sobre a resistência a fadiga. Para essa avaliação foram realizados testes de fadiga em olhais soldados em uma placa. Primeiramente foi feito um teste de aceitação no corpo de prova sem técnica pós-soldagem totalizando 5 milhões de ciclos realizados. Foi possível concluir que o olhal não teve qualquer dano nos pontos críticos durante o teste sob carga segura de trabalho. Em seguida, foi realizado o método de Degrau para análise de fadiga dos corpos de prova. Entretanto, não foram obtidos resultados satisfatórios devido à incorreta montagem do ensaio, podendo concluir que a montagem correta durante uma operação de içamento também é fundamental para o uso adequado dessa estrutura. Como não foi possível realizar novos testes devido à pandemia, a alternativa foi utilizar o Método de Elementos Finitos para obter algumas conclusões a respeito da fadiga e o efeito de concentração de tensões em estruturas soldadas. Por fim, é apresentado o método Hot spot para obtenção das tensões críticas na solda e fundamental para o cálculo do Kt.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui