$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Formato DC|



Título: O QUE DESTINA O OLHAR À CEGUEIRA: LITERATURA, CINEMA, FOTOGRAFIA E OUTRAS MEDIAÇÕES VISUAIS
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): SERGIO LUIZ RIBEIRO MOTA

Colaborador(es):  RENATO CORDEIRO GOMES - Orientador
Número do Conteúdo: 4832
Catalogação:  28/04/2004 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=4832@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=4832@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.4832

Resumo:
Em O que destina o olhar à cegueira, discutem-se algumas representações do olhar cego como condição contemporânea, em textos ficcionais e teóricos, filmes e outras mediações imagéticas. Um dos objetivos do estudo é procurar respostas para as perguntas: de que maneira falar de cegueira diante da predominância de uma civilização da imagem? Ou estar diante de um olhar que se deforma ao perceber um mundo onde as imagens são cada vez mais numerosas, porém mais diversificadas e mais intercambiáveis? Na investigação de diversos textos, percebem-se as implicações do olhar deformado na experiência acelerada das imagens contemporâneas. É esta reflexão crucial que ecoa ao longo do texto, na revisão de algumas perspectivas possíveis para pensar o problema da cegueira como ganho, como outro ponto de vista, como nova possibilidade de visão, como antídoto para o acúmulo sem limite do excesso. E ainda: tendo o cuidado de não repetir os clichês do gênero que descobrem a espantosa capacidade de os cegos exercitarem sua percepção diante do mundo que se lhes apresenta como retrato de uma negação: a negação do visual.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF  
CONSIDERAÇÕES INICIAIS  PDF  
CAPÍTULO 1  PDF  
CAPÍTULO 2  PDF  
CAPÍTULO 3  PDF  
CAPÍTULO 4  PDF  
CONSIDERAÇÕES FINAIS, BIBLIOGRAFIA  PDF  
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui