INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: ANTÔNIO MARIA: VISÕES SOBRE O COTIDIANO DO RIO DE JANEIRO NA DÉCADA DE 1950
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): RAQUEL FRANCA DOS SANTOS

Colaborador(es):  ILMAR ROHLOFF DE MATTOS - Orientador
Número do Conteúdo: 4760
Catalogação:  07/04/2004 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=4760@1
Referência [fr]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=4760@3
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.4760

Resumo:
Antônio Maria - Visões sobre o cotidiano do Rio de Janeiro, na década de 1950, tem como proposta analisar as visões que nos permitem construir imagens sobre o cotidiano da cidade do Rio de Janeiro, usando a perspectiva de Antônio Maria, durante a década de 1950. Para tanto foram utilizadas crônicas, do período acima citado, publicadas em jornais como: O Globo, O Jornal e Última Hora, além da bibliografia específica sobre cotidiano e imaginação social, em especial segundo Agnes Heller e Bronislaw Baczko, respectivamente. Foram igualmente importantes para este trabalho as leituras sobre análise micro-histórica - de acordo com Jacques Revel - e metodologia indiciária - segundo Carlo Ginzburg - , utilizados como pressupostos teórico-metodológicos para a investigação. Estruturada em torno da hipótese de que o discurso contido nas crônicas escritas por Antônio Maria possibilita a construção de imagens do cotidiano da cidade do Rio de Janeiro, contrárias ao ideal de cidade maravilhosa, a dissertação apresenta as crônicas mais significativas para a discussão proposta. Através das crônicas, podem ser percebidas inúmeras relações entre o autor, sua terra natal e a cidade do Rio de Janeiro, cheias de sentimentos de nostalgia que nos dão argumentos para desmistificar a vida no Rio de Janeiro como a melhor do país - em contraste os movimentos da época, que insistiam em afirmar a excelência daquela cidade.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF  
CAPÍTULO 1  PDF  
CAPÍTULO 2  PDF  
CAPÍTULO 3  PDF  
CAPÍTULO 4  PDF  
BIBLIOGRAFIA, ANEXOS E ILUSTRAÇÕES  PDF  
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui