INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: RECONSTRUINDO VIDAS NA LEITURA LITERÁRIA: ANÁLISE DE NARRATIVAS DE MIGRAÇÃO SOB UMA PERSPECTIVA SOCIODISCURSIVA
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): ODETE FIRMINO ALHADAS SALGADO

Colaborador(es):  ADRIANA NOGUEIRA ACCIOLY NOBREGA - Orientador
Número do Conteúdo: 47504
Catalogação:  16/04/2020 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=47504@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=47504@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.47504

Resumo:
O presente estudo tem como objetivo a análise discursiva de narrativas geradas na interação entre mulheres migrantes e a obra literária A hora da estrela, de Clarice Lispector, que possui como temática central a migração. O ambiente de geração dos dados, assim, é contextualizado pela literatura, que é pano de fundo para as interações; e pela temática da migração, que tangencia as histórias de vida dessas mulheres – Cássia, Taís, eu mesma e Macabéa – protagonista da obra literária escolhida. O foco da pesquisa está voltado para o acontece na interação entre as participantes e para a (re)elaboração de experiências nas narrativas, quando temas ligados à construção de identidades, estigmas e instituições emergiram de forma recorrente. Sendo assim, de forma mais específica, os objetivos são: (i) analisar o discurso narrativo das participantes no que diz respeito às suas experiências migratórias; (ii) analisar como as participantes avaliam suas experiências vividas a partir da interação com a obra literária e (iii) analisar que identidades, estigmas e instituições emergem nessa prática discursiva avaliativa que as participantes elaboram acerca de seu processo migratório. Esta pesquisa insere-se no âmbito da Linguística Aplicada (MOITA LOPES, 2006; 2013) e propõe uma investigação de cunho interdisciplinar entre os Estudos da Linguagem e a Literatura. Para fundamentar as análises, o arcabouço teórico-metodológico dialoga com teorias de linguagem de base social, a saber as áreas de análise de narrativa e os estudos de identidade (BASTOS, 2008); da sociolinguística interacional, a partir de alguns conceitos cunhados por Goffman (1961; 1963; 1979); e da Linguística Sistêmico-Funcional (HALLIDAY, 1994; GOUVEIA, 2009; NÓBREGA, 2009), especialmente, o Sistema de Avaliatividade (MARTIN; WHITE, 2005). No âmbito dos Estudos Literários, recorro à estética da recepção à teoria do efeito estético, principalmente aos postulados de Jaus (1994 (1969)) e de Iser (1996 (1976)), que se preocupam com a relação entre texto e leitor. Dessa forma, o alinhamento metodológico se dá com a pesquisa qualitativa (DENZIN; LINCOLN, 2006), por ser uma investigação situada em teorias de bases sociais. A pesquisa também possui um cunho autoetnográfico (ELLIS, ADAMS; BOCHNER, 2010), visto que se desenvolve em um contexto familiar, em que uma das participantes possui uma relação direta de parentesco com a pesquisadora. Os resultados das análises sugerem que as interlocutoras, por meio de suas histórias de vida, (re)constroem identidades e afetos pela diferenciação de Macabéa, personagem da obra literária. Os momentos avaliativos se mostram fundamentais para (re)construção das narrativas, que dialogam com o contexto de leitura da obra de Clarice. Sendo assim, Cássia e Taís (co)constroem e (re)constroem identidades para migrante nordestina, recontextualizando uma mulher crédula e ingênua na figura de uma mulher batalhadora, estudiosa, que busca e conquista sua ascensão social apesar dos estigmas sofridos e das vivências de abuso nas chamadas casas de famílias, entendidas como instituições totais. Esta tese pode contribuir de forma original para a área de Linguística Aplicada, que incentiva pesquisas de caráter inter/transdisciplinar. Além disso, mostra-se um ato de (re)existência – e de resistência – de tantas histórias de mulheres nordestinas e migrantes.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui