$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: UM LEVANTAMENTO SOBRE O SUPORTE A FUNÇÕES COMO VALORES EM LINGUAGENS IMPERATIVAS
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): LUIZ ROMARIO SANTANA RIOS

Colaborador(es):  ROBERTO IERUSALIMSCHY - Orientador
Número do Conteúdo: 47283
Catalogação:  30/03/2020 Idioma(s):  INGLÊS - ESTADOS UNIDOS

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=47283@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=47283@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.47283

Resumo:
Se diz que uma linguagem de programação tem funções de primeira classe quando ela fornece a capacidade de manipular funções da mesma maneira que outros valores, isto é, guardar em variáveis, passar como parâmetros, etc.. Programar com funções de primeira classe abre o programadora novas formas de abstração e é o padrão em linguagens de programação funcionais. Porém, se tratando de linguagens imperativas (incluindo linguagens orientadas a objeto), cada linguagem tem semântica, propriedades e terminologia diferentes para funções—em grande parte graças a seu foco em mutabilidade, que as linguagens funcionais não têm. Para esclarecer essas diferenças, nós fizemos um levantamento sobre a especificação de funções como valores em linguagens de programação imperativas de várias disciplinas diferentes. Para cada linguagem, nós ilustramos, nos baseando em exemplos, as propriedades dos valores de funções nela,destacando onde ela difere de outras linguagens—tudo isso usando uma terminologia consistente em todas as linguagens. Nós esperamos oferecer uma referência para desenvolvedores compararem e contrastarem as diferentes versões de funções num só lugar.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui