INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: UMA CASA COM PAREDES DE CRISTAL: A CLÍNICA PSICANALÍTICA NO AMBULATÓRIO HOSPITALAR
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): NADJA NARA BARBOSA PINHEIRO

Colaborador(es):  JUNIA DE VILHENA - Orientador
Número do Conteúdo: 4721
Catalogação:  29/03/2004 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=4721@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=4721@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.4721

Resumo:
O objetivo principal de nosso estudo foi o de promover uma reflexão sobre os atendimentos psicanalíticos desenvolvidos nos ambulatórios hospitalares. Partimos do princípio que a dinâmica hospitalar (re)produz a interpenetração público/privado característica da atualidade. Assim, pensar as relações entre o público, o privado e a psicanálise perpassa a construção da tese como um todo. Analisou-se as relações entre o público e o privado na antiguidade grega, no transcorrer do século XIX e na atualidade. Dessa análise, promoveu-se uma correspondência entre os modos de relação estabelecidos entre público e privado no século XIX e a clínica particular, assim como público/privado na atualidade e a clínica ambulatorial. Para especificar os elementos organizadores da clínica ambulatorial, cinco psicanalistas foram entrevistados. A análise das entrevistas nos permitiu destacar, como características principais do campo clínico ambulatorial, a visibilidade extrema, a transitoriedade e o campo transferencial complexo estruturado a partir de elementos subjetivos e ambientais. A perspectiva da clínica winnicottiana foi tomada como alternativa possível na condução desses processos analíticos, na medida em que esta nos permite propor um trabalho transformador no qual o paciente encontra possibilidades de agir, de uma forma criativa, tanto sobre a realidade subjetiva quanto sobre o mundo que o cerca.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTA DE FIGURAS  PDF  
CAPÍTULO 1  PDF  
CAPÍTULO 2  PDF  
CAPÍTULO 3  PDF  
CAPÍTULO 4  PDF  
CAPÍTULO 5  PDF  
CAPÍTULO 6  PDF  
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF  
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui