$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas |



Título: A ASCENSÃO DE UM TERMO: FASCISMO, NECROPOLÍTICA E O ATUAL CENÁRIO POLÍTICO BRASILEIRO
Instituição:  -
Autor(es): YASMIN BARROS CORTEZ
DOUGLAS FIRMINO DOS SANTOS
LIANA DE ANDRADE BIAR

Colaborador(es):  - Número do Conteúdo: 46619
Catalogação:  28/01/2020 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  ARTIGO
Natureza:  PUBLICAÇÃO
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=46619@1
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.escrita.46619

Resumo:
O termo fascismo foi alvo de ampla busca nas ferramentas online de pesquisa no ano de 2018 em função das eleições, que criaram uma intensa arena de polarização política. Sua associação se dava especialmente ao candidato que hoje exerce a presidência do país, Jair Bolsonaro. Neste artigo, levantamos hipóteses que sustentam a necessidade de recorrer à palavra fascismo para definir uma figura política, trazendo à tona relações de poder, concretizadas através da biopolítica (FOUCAULT, 1999) e da necropolítica (MBEMBE, 2018), que consolidam práticas de vida e morte e discursos de verdade.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui