$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: WHY DO THEY SEPARATE: THE END OF CONJUGALITY IN THE TRANSITION TO PARENTHOOD
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARIANA REIS BARCELLOS

Colaborador(es):  TEREZINHA FERES CARNEIRO - Orientador
Número do Conteúdo: 45786
Catalogação:  22/10/2019 Idioma(s):  PORTUGUESE - BRAZIL

Tipo:  TEXT Subtipo:  THESIS
Natureza:  SCHOLARLY PUBLICATION
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=45786@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=45786@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.45786

Resumo:
The present study aimed to investigate the end of conjugality in the transition to parenthood, based on the female experience. We conducted a qualitative research, through interviews with a semi-structured script, with 12 middle-aged women from Rio de Janeiro, aged between 30 and 40 years. To analyze the data we use the method of content analysis in its categorical aspect. Ten categories of narratives emerged: absolute dependence and illusion of omnipotence, relative to the period of formation of the couple; pre-existing marital conflicts, sadness and depression in pregnancy and feelings of rejection, relating to the period of pregnancy; child and first care, and, motivations for separation, relating to the period after the birth of the first child; paternity after marital separation, adaptation to the new family arrangement and social imaginary, related to the period after the marital separation. The reported perceptions reassigned past experiences and pointed out that the motivations for separation in the transition to parenthood have manifested themselves since the formation of the conjugal couple and can be perceived in pregnancy and in the first relations with the child. Its effects were complex and had repercussions on all members of the family, individually and collectively.

Descrição Arquivo
COMPLETE  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui