INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: A EXPERIÊNCIA DO PEJ NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARCOS ANTONIO MACEDO DAS CHAGAS

Colaborador(es):  ALICIA MARIA CATALANO DE BONAMINO - Orientador
Número do Conteúdo: 4190
Catalogação:  25/11/2003 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=4190@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=4190@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.4190

Resumo:
Este estudo tem por objetivo, a partir de uma reflexão histórica da educação de adultos, compreender as sucessivas políticas educacionais destinadas àqueles indivíduos a partir de 15 anos ou mais que não puderam continuar estudando. Como, desde o início republicano no Brasil, a educação de adultos tem seu núcleo assentado na educação popular e esta, freqüentemente, tem se ressentido de programas permanentes, a escolaridade de jovens e adultos pouco tem avançado no sentido de sua superação. Por outro lado, é constante em nossa história uma educação de adultos, supletiva, organizada em função das demandas do mercado de trabalho. Com a crise de empregabilidade acentuada a partir dos anos 90, situação que levou a extinção de centenas de postos de trabalho, a educação de adultos tem mudado de foco. O avanço do neoliberalismo, dando ênfase a trabalhadores polivalentes, empreendedores, autônomos e flexíveis tem classificado como obsoleta e retrógrada as conquistas trabalhistas do passado que, de alguma forma, protegiam o trabalho contra a desigualdade promovida pelo capital. Denunciando tais conquistas como responsáveis pela crise do capitalismo, tornava-se necessário afastar da escassa oferta de trabalho aqueles trabalhadores que simbolizavam uma época de avanços e unidade de classe. Para tanto, a partir da década de 80, no Brasil, será recuperado e trazido ao cenário, como ícone desses novos tempos o indivíduo jovem. Essas ações de trabalho, por estarem vinculadas a história da educação de adultos, nos moveram para pesquisar como o fenômeno da juvenilização vem se revelando no interior da EJA. Como a Secretaria Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro, tem um programa de educação fundamental, denominado Projeto de Educação Juvenil (PEJ), decidimos direcionar nossos estudos buscando apreender como está se estruturando, no interior deste Projeto, as relações entre jovens e adultos.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
CAPÍTULO 6  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui