INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: PRÁTICA DOCENTE E VIDA AFETIVA NA CRECHE: UM ESTUDO DE CASO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARIANA RONCARATI DE SOUZA ROCHA

Colaborador(es):  ZENA WINONA EISENBERG - Orientador
Número do Conteúdo: 41555
Catalogação:  15/07/2019 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=41555@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=41555@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.41555

Resumo:
O objetivo central da pesquisa reside em trazer à luz desafios da prática docente na creche no que tange ao trabalho com as emoções dos bebês, bem como conhecer pontos de tensão emocional do cotidiano educativo. Nesse contexto, consideramos que as vivências emocionais constituem e impactam o cotidiano da creche, considerando bebês e adultos com quem interagem. Os aspectos emocionais e afetivos de bebês na creche não têm recebido a atenção proporcional ao lugar que ocupa, ainda que as relações afetivas e as práticas educativas sejam essencialmente complementares. Para a compreensão do objeto da pesquisa foi elaborada uma construção teórica com base nos estudos de Freire, Wallon, Palou e Perpiñán. O desenvolvimento e o bem-estar emocionais são destacados nesse contexto e as interações entre adultos e bebês são consideradas, com foco na disponibilidade e no compromisso afetivo do adulto nessa relação no cotidiano da creche. Problematizam-se, ainda, as interações institucionalizadas na creche e a influência da cultura emocional nesse sentido. Como recursos metodológicos, foram realizadas observações no berçário de um Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) na cidade do Rio de Janeiro e entrevistas abertas com os profissionais da turma observada, para elucidarmos desafios enfrentados e concepções sobre a prática cotidiana na creche no âmbito afetivo. Para a análise qualitativa das entrevistas, foi utilizado o software Atlas TI, instrumento que favoreceu o cruzamento de dados das mesmas, permitindo, assim, a elaboração de códigos. Após a sistematização por afinidade temática desses códigos, foram elaboradas as categorias de análise. Os resultados evidenciaram tensões significativas nos âmbitos institucionais e políticos que impactam diretamente o dia-a-dia afetivo na creche. A pesquisa traz, ainda, aspectos críticos de vulnerabilidade emocional dos profissionais nesse contexto. Aponta graves problemas na rede de relações macropolíticas e micropolíticas que estão prejudicando as experiências emocionais de crianças e adultos na creche. O trabalho espera contribuir para a ampliação de discussões acerca de questões afetivas que julgamos importantes da vida educativa da creche, tanto em relação às crianças, como aos adultos envolvidos.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui