INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: O PRINCÍPIO DA POSTERGAÇÃO: UM ESTUDO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS DAS TINTAS PARA IMPRESSÃO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): PATRICIA ALCANTARA CARDOSO

Colaborador(es):  NELIO DOMINGUES PIZZOLATO - Orientador
Número do Conteúdo: 3752
Catalogação:  06/08/2003 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=3752@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=3752@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.3752

Resumo:
O Princípio da Postergação, quando inicialmente apresentado por Alderson (1950), propunha que o momento do embarque, e o local da configuração final do produto na distribuição, fossem adiados até que um pedido do cliente fosse recebido. Embora diversos autores tenham estudado as condições que levam à postergação da configuração final do produto e os benefícios da diferenciação de produtos e processos, poucos estudos foram feitos sobre a operacionalização da teoria da postergação em uma cadeia de suprimentos específica, que retrate os benefícios identificados pelos executivos. A revisão literária abrangeu mais de 50 anos de estudos sobre o princípio da postergação, o que resultou na proposta de um arcabouço integrativo. O foco do estudo está no ambiente upstream da cadeia de suprimentos específica de maneira que retrate os benefícios identificados pelos executivos, i. e. entre fábricas - distante do consumidor final. O estudo teve como objetivo investigar aplicação do Princípio da Postergação na cadeia de suprimentos das tintas para impressão, por meio de três dimensões: as condições que levaram à prática da postergação de forma; o local onde a configuração final deve ocorrer; os benefícios identificados diante desse tipo de postergação das tintas para impressão. Para atender a este objetivo, a pesquisa teve características exploratória e confirmatória, quando foram desenvolvidos sete estudos de caso, sendo seis fabricantes de embalagens gráficas e um fabricante de tintas para impressão. Foram realizadas entrevistas pessoais em cada empresa, com executivos diretamente envolvidos em decisões de configuração da tinta. A análise identificou padrões de comportamento nos estudos de caso. Os resultados propiciaram uma avaliação dos pressupostos existentes na literatura, permitindo a confirmação de alguns já existentes e a formulação de novos a serem testados em futuras pesquisas.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO E LISTAS  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
CAPÍTULO 6  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E ANEXOS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui