$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: SERVIÇO SOCIAL NA FORÇA AÉREA BRASILEIRA: A POLÍTICA DE DEFESA NACIONAL E AS NOVAS REQUISIÇÕES PARA A PROFISSÃO NO ESPAÇO MILITAR
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): RITA EMILIA ALVES DA SILVA

Colaborador(es):  INEZ TEREZINHA STAMPA - Orientador
Número do Conteúdo: 35841
Catalogação:  12/12/2018 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=35841@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=35841@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.35841

Resumo:
Esta pesquisa versa sobre as novas requisições postas aos assistentes sociais da Aeronáutica, abordando, particularmente, os impactos para o serviço social, ao considerar a relação entre as transformações que vem sendo efetivadas no universo do trabalho dos militares e as políticas de defesa nacional, aprovadas nos anos 2000. Buscou dar visibilidade às respostas, construídas pela profissão, a partir de um ponto ainda não analisado, que se relaciona à atuação dos assistentes sociais nas missões operacionais das Forças Armadas. O trabalho partiu de uma revisão bibliográfica sobre as atuais políticas de defesa nacional e, em especial, daquelas de caráter subsidiário, bem como do exame das principais normas técnicas que regulamentam a atuação profissional. Para viabilizar tal estudo, foi realizada uma pesquisa com enfoque qualitativo, visando analisar o trabalho profissional dos assistentes sociais e as requisições do campo operacional. Dessa forma, recorreu-se a três eixos, a saber: Trabalhadores militares e os desafios do campo operacional subsidiário; Missões Subsidiárias: o olhar do Serviço Social e a construção do seu lugar; Serviço Social e a legitimação do espaço socio-ocupacional nas missões da Força Aérea Brasileira, envolvendo organizações militares do Comando da Aeronáutica nas áreas de assistência social, saúde, controle do espaço aéreo, logística operacional e aviação, de todo o país. Os resultados da pesquisa demonstram que o cenário de intensas transformações e novas requisições para a profissão, na Aeronáutica, é acompanhado por uma condição de trabalho, na maioria dos casos, marcada pelo caráter de instabilidade no serviço militar. Outro ponto sinalizado centra-se nos impactos para a profissão, oriundos, de um lado, pelas transformações em curso no mundo do trabalho e, de outro, das novas requisições que acompanham as atuais políticas de defesa nacional. Os resultados da pesquisa também indicam o caráter pontual e fragmentado das ações do serviço social no âmbito das missões subsidiárias. Tal questão é justificada pela própria lógica normativa, a qual prevê a transitoriedade nas operações militares dessa natureza, tendo em vista não ser essa a missão constitucional das Forças Armadas. A partir dos dados levantados, esta tese defende a necessidade de conhecimento, por parte da profissão, sobre as políticas de defesa nacional e, em particular, do emprego atual das missões subsidiárias, ao considerar que a invisibilidade desta área dificulta investimentos em estudos sobre o espaço socio-ocupacional das Forças Armadas, além de manter a distância entre as ações e possibilidades deste campo com o projeto ético-político do Serviço Social.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui