INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: ESCOLHA AMOROSA: UM ESTUDO SOBRE A CONSTITUIÇÃO DA CONJUGALIDADE
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARINA BEATRIZ PIGNATARO

Colaborador(es):  TEREZINHA FERES CARNEIRO - Orientador
Número do Conteúdo: 35830
Catalogação:  12/12/2018 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=35830@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=35830@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.35830

Resumo:
O presente estudo tem como objetivo investigar o modo como se constitui o casal a partir da escolha amorosa, com base no enfoque psicanalítico. Nele, valorizamos os aspectos intrapsíquicos e intersubjetivos como condições constitutivas do sujeito. A formação do casal tem como base os investimentos narcísicos e libidinais que cada parceiro forma para si como representação vincular. É, então, no momento da escolha amorosa que se instaura a conjugalidade e que os inconscientes individuais dos parceiros são mobilizados, dando origem ao nascimento do casal. Portanto, nosso interesse neste trabalho sobre a formação do casal e a escolha amorosa é a centralidade dos anseios edípicos no conteúdo inconsciente do desejo erótico. Podemos, assim, dizer que no plano individual, a escolha do objeto sexual permite uma saída conveniente para o complexo de Édipo e a interdição do incesto. O estudo sobre a escolha amorosa valoriza a trama edípica que marca a história do sujeito na sua alteridade, inserindo-o no campo do outro. Do ponto de vista da psicanálise de casal, na constituição da conjugalidade coexistem duas subjetividades envolvidas, nos aspectos conscientes e inconscientes, formando uma estrutura dinâmica, cujo espaço psíquico forma o núcleo eu-casal. Este espaço compartilhado em que o casal se constitui é, portanto, continente e fonte de soluções inovadoras e criativas.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui