$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: FASHIONISMO ÀS AVESSAS: EXPRESSÃO DA PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO NOS BASTIDORES DA MODA
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): ALINE LOURENCO DE OLIVEIRA

Colaborador(es):  INEZ TEREZINHA STAMPA - Orientador
ANA ELIZABETH LOLE DOS SANTOS - Coorientador
Número do Conteúdo: 35498
Catalogação:  01/11/2018 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=35498@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=35498@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.35498

Resumo:
A presente dissertação Fashionismo às avessas: expressão da precarização do trabalho nos bastidores da moda tem como principal objetivo analisar as expressões da precarização do trabalho na indústria da moda, na cidade do Rio de Janeiro, RJ. O tema é abordado a partir da crise do capitalismo e suas estratégias de superação, com destaque para seus rebatimentos no mundo do trabalho, em particular o mundo da moda (fashion). As estratégias adotadas pelo capitalismo, de forma geral, e pela indústria da moda, no que concerne aos interesses mais específicos deste estudo, afetam profundamente a classe trabalhadora e se desdobram em importantes alterações na proteção social do trabalho. A pesquisa desenvolvida versou sobre a superexploração do trabalho e as diversas formas de trabalho precário, tomando como campo empírico o polo da moda da cidade do Rio de Janeiro, onde foi possível observar o trabalho feminino como umas das suas maiores expressões, além de condições e relações de trabalho degradantes. O estudo não pretendeu fazer um resgate histórico sobre o desenvolvimento da moda ou defini-la de forma precisa, mas, sim, entendê-la, especialmente no ramo da produção de vestuário, como um sistema que ganha força em um determinado período histórico, onde trabalho e consumo, no âmbito da sociedade capitalista, são fundamentais para a sua manutenção. Com base nessa contextualização, a pesquisa buscou desvelar como os/as trabalhadores/as de confecções e/ou os que trabalham para confecções e facções que prestam serviços às marcas de vestuário, portanto, sujeitos essenciais na produção das peças comercializadas por renomadas grifes, não estão incluídos no mundo do glamour criado por esse ramo, ou seja, o verso que vem a público. Ao contrário, esses/as trabalhadores/as não participam deste mundo e sofrem com condições aviltantes de trabalho e de vida, ou seja, o avesso (reverso) do fashionismo. Dessa forma, a atenção não esteve voltada para a moda, mas para a indústria da moda e, junto a ela, para as expressões da precarização do trabalho no Brasil atual.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui