$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: PEDRAS-ESPELHO: UMA CONVERSA COM A ESCRITA DE JIMMIE DURHAM
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MAIRA EUSTACHIO VOLTOLINI

Colaborador(es):  FREDERICO OLIVEIRA COELHO - Orientador
Número do Conteúdo: 34847
Catalogação:  21/08/2018 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=34847@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=34847@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.34847

Resumo:
A dissertação apresenta uma leitura de obras do artista visual e escritor Jimmie Durham (1940). A escrita é parte fundamental de seu trabalho, e se faz presente tanto na forma de ensaios e poemas como em pinturas, esculturas e instalações. Por ter nascido nos EUA de suposta ascendência escocesa e cherokee, o pensamento de Durham transita por cosmovisões distintas. Ele provoca a linguagem, contesta os limites identitários, reelabora geopolíticas e confunde a noção hegemônica de História. Sua obra escancara os absurdos da normalidade e aponta para a permanência de mecanismos de segregação, opressão e exploração de origem colonial, instigando uma autocrítica do pensamento ocidental. Esta dissertação trata também de trabalhos e textos desenvolvidos pelo artista para o contexto específico brasileiro, e inclui a transcrição de uma conversa inédita com ele. Durham catalisa a imaginação em direção a outro modo de existência, do qual a cosmologia e a temporalidade inscritas nos idiomas ameríndios fazem parte. Esta dissertação conta com escrita de aspiração descolonizadora, acionada pela pulsação da potência estética e intelectual da obra de Jimmie Durham.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO, LISTAS DE FIGURAS, EPÍGRAFE  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui