$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: ESSE HABITAT ONDE A GENTE MORA: CONHECIMENTOS LOCAIS COMO FUNDAMENTO PARA A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO COMPLEXO DA MARÉ
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): JULIA CARNEIRO ROSSI

Colaborador(es):  VERA MARIA FERRAO CANDAU - Orientador
Número do Conteúdo: 34680
Catalogação:  06/08/2018 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=34680@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=34680@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.34680

Resumo:
As transformações no ambiente em decorrência da industrialização do Rio de janeiro deram espaço à consolidação do Complexo da Maré que foi fruto de resistências e reinvenções para a ocupação desse território. A pesquisa realizada tem como objetivo principal compreender o que os moradores da Maré pensam sobre meio ambiente na favela e que relações os mesmo experimentam a partir dessas reinvenções. Nessa perspectiva foi possível identificar conhecimentos locais que possam dar subsídios à educação ambiental nessas favelas. O recorte utilizado na pesquisa foi construído a partir de uma rede de parcerias e trocas que venho experimentando na Maré desde 2011 com o projeto de extensão da UFRJ Muda Maré. Quanto à metodologia, foram feitas observações em quatro favelas do complexo, oito entrevistas semi estruturadas e análises de quatro documentos relevantes ao tema da pesquisa. Levando em conta que a literatura sobre educação ambiental em favelas é pouco desenvolvida, me aproximo da Justiça Ambiental e do Racismo Ambiental para compreender como os movimentos sociais pautam o meio ambiente como um direito básico da população. Temas geradores e educação popular também são fundamentos utilizados para compreender a educação ambiental em contextos não escolares. Outra linha de reflexão é a ecologia de saberes que propõe o diálogo horizontal entre diferentes conhecimentos. A pesquisa teve como resultado um conteúdo que identifica algumas propostas de processos transformadores que dão luz ao desenvolvimento desse debate sobre educação ambiental em favelas.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui