$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: RELAÇÕES ENTRE PARENTALIDADE E FUNÇÕES EXECUTIVAS DE CRIANÇAS EM IDADE ESCOLAR
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): ANNA CAROLINA TARDIN A ESTEFAN

Colaborador(es):  HELENICE CHARCHAT FICHMAN - Orientador
Número do Conteúdo: 34448
Catalogação:  17/07/2018 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=34448@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=34448@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.34448

Resumo:
As funções executivas (FEs) são um conjunto de habilidades cognitivas envolvidas no controle consciente da ação e do pensamento. Seu desenvolvimento acompanha o processo prolongado de mielinização do córtex pré-frontal e, por isso, estaria exposto não só a fatores biológicos, mas também ambientais. Sendo a figura dos pais um importante fator no desenvolvimento infantil, a presente dissertação investigou as relações entre parentalidade e funções executivas de crianças em idade escolar. Para tanto, foi constituída de dois estudos. O primeiro baseia-se em uma revisão sistemática que a partir de uma seleção criteriosa elegeu 10 artigos que foram estudados no que tange a: aspectos gerais e metodológicos, parentalidade, FEs e resultados apresentados sobre influência da parentalidade nas FEs. Todos os artigos mostraram relações diretas ou indiretas entre parentalidade e o funcionamento executivo infantil. Já o segundo estudo teve como objetivo investigar as relações entre estilos parentais, práticas educativas maternas e funções executivas de crianças de 8 a 11 anos de idade. Ainda, considerou o papel da escolaridade da mãe e a renda familiar nessas relações. A amostra foi composta por 75 crianças que foram avaliadas no que tange à memória operacional, controle inibitório, fluência verbal e planejamento. Como resultados a prática educativa de disciplina relaxada foi associada ao desempenho no controle inibitório e o comportamento moral associou-se positivamente com a memória operacional. Já a escolaridade da mãe e a renda foram correlacionadas positivamente com controle inibitório, planejamento e fluência verbal. Em suma, nas duas pesquisas foram encontradas relações entre parentalidade e funções executivas, destacando a importância da consistência parental nessa dinâmica.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui