INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: ESTUDO REOLÓGICO DE FLUIDO DE PERFURAÇÃO OLEFÍNICO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): FELIPE FONKERT RAMOS

Colaborador(es):  MONICA FEIJO NACCACHE - Orientador
PRISCILA VARGAS DE OLIVEIRA - Coorientador
Número do Conteúdo: 34352
Catalogação:  09/07/2018 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TRABALHO DE FIM DE CURSO
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=34352@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=34352@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.34352

Resumo:
O fluido de perfuração, mais comumente chamado pelos profissionais da área de lama ou lama de perfuração, é um componente essencial no processo de exploração de óleo e gás. Este material é utilizado para diversas finalidades, tais como o resfriamento da broca de perfuração, carregar os cascalhos até a plataforma, manter a pressão desejada no poço, realizar a transferência da força hidráulica para a broca, impedir a sedimentação dos cascalhos no período de não-operação da plataforma, manter o poço em estado de estabilidade mecânica, e outras utilidades de menor interesse. Na indústria, eram muito usados fluidos de perfuração de base parafínica, ou seja, parafínicos, porém houve uma mudança para a utilização dos oleofínicos, i.e., fluidos a base de óleos. No presente trabalho é realizado um um estudo reológico extenso para a caracterização de um fluido de perfuração oleofínico, a fim de determinar a relação entre o processo de sedimentação e as propriedades reológicas deste tipo de fluido. Este estudo foi realizado durante o período estabelecido de 90 dias. Após a criação de um reservatório para o fluido e a caracterização inicial deste através de testes de varredura de tensão (stress sweep) e varredura no tempo (time sweep) para distinguir os parâmetros que seriam usados no reômetro, os testes foram iniciados. No final do período de estudo, pudemos ver que a sedimentação do fluido estagnou em um período de tempo diferente do esperado. Os resultados visíveis do processo de sedimentação no reservatório também revelaram comportamento interessante.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui