INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: USO E PERCEPÇÃO DE ÁREAS VERDES EM GRANDES CIDADES: ESTUDO DE CASO EM DOIS PARQUES URBANOS NO RIO DE JANEIRO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARIANA ARANHA MAGALHAES COSTA

Colaborador(es):  ROGERIO RIBEIRO DE OLIVEIRA - Orientador
ADI ESTELA LAZOS RUIZ - Coorientador
Catalogação:  21/05/2018 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=33924@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=33924@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.33924

Resumo:
Uso e percepção de áreas verdes em grandes cidades: Estudo de caso em dois parques urbanos no Rio de Janeiro. A existência de áreas verdes nas cidades, sobretudo na forma de parques urbanos, é destacada como um fator determinante para a qualidade de vida local pois, além de oferecer um espaço para o convívio e o lazer da população, estas áreas proporcionam um embelezamento da paisagem e uma série de serviços ambientais que contribuem para a melhoria do clima local. A fim de identificar as características vitais para o bom funcionamento destes espaços, foram analisadas seis cidades reconhecidas como referências em termos de políticas públicas de áreas verdes: Curitiba, Freiburg, Londres, Nova Iorque, Seul e Singapura. Desta primeira análise, tornou-se evidente a importância de uma abordagem à escala da cidade e a importância da participação da população na implantação dessas medidas. Em um segundo momento, foram analisados dois dos maiores parques da cidade do Rio de Janeiro: o Parque do Flamengo e o Bosque da Barra. Objetivou-se entender o papel dos parques numa cidade cuja identidade já é fortemente associada ao seu patrimônio natural. Foram conduzidas entrevistas presenciais com os usuários dos parques e uma enquete online com a população carioca para entender a percepção da população sobre estes espaços. Nestas entrevistas, foi observada uma diferença entre a percepção dos usuários dos parques e dos entrevistados no meio virtual. Coletar as opiniões das pessoas é importante para adequar a cidade aos desejos e às reais necessidades da população.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui