$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: OS FILHOS DA REVOLUÇÃO, O FUTURO DA NAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE COMUNICAÇÃO, MÚSICA, JUVENTUDES E TROCAS GERACIONAIS NO ROCK IN RIO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): JULIANA MULLER

Colaborador(es):  CLAUDIA DA SILVA PEREIRA - Orientador
Número do Conteúdo: 33579
Catalogação:  12/04/2018 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=33579@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=33579@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.33579

Resumo:
O estudo procura identificar as formas pelas quais o festival de música intitulado Rock in Rio foi capaz de atravessar gerações e, no Rio de Janeiro, ao longo de mais de trinta anos (1985-2017) e com futuros eventos confirmados, se manter pertinente junto às diferentes juventudes que vivenciaram - e ainda vivenciam - suas diversas edições. Para isso se desdobra, primeiramente, em uma análise sobre os festivais contemporâneos enquanto importantes difusores da música na atualidade, além relevantes mediadores do encontro presencial e da convivência social; e, ainda, como se tornaram símbolos de valores tipicamente associados ao conceito de juventude que, no Brasil, vieram ao encontro de um cenário local que propiciou o surgimento do Rock in Rio. Na sequência, o estudo apresenta informações sobre a abrangência deste festival, junto a aportes teóricos onde dialogam os campos da comunicação, história e memória que refletem o contexto de sua realização. Por último, são apresentados os achados das duas etapas compreendidas no trabalho de campo: (a) a observação participante realizada durante a edição de setembro de 2017 do Rock in Rio; e (b) as entrevistas em profundidade com integrantes da audiência da primeira edição do festival, no ano de 1985, e com representantes da atual geração de jovens, no que concerne à faixa etária, que passaram a frequentá-lo a partir de 2011. Ambas tiveram como objetivo entender o valor simbólico do Rock in Rio para as distintas gerações que compõem a sua audiência, fator que se mostrou intrínseco à longevidade do festival.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui