INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: UM OLHAR NO PASSADO: MEMÓRIAS DE INFÂNCIA EM TANGUÁ
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): CARLA DA LUZ RODRIGUES CARDOSO

Colaborador(es):  SONIA KRAMER - Orientador
Número do Conteúdo: 31753
Catalogação:  16/10/2017 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=31753@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=31753@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.31753

Resumo:
Um olhar no passado: Memórias de Infância em Tanguá tem como objetivo estudar as memórias de infância de velhos moradores da cidade. Esta dissertação busca a compreensão das seguintes questões: qual a relação entre a cidade de Tanguá e as crianças ao longo de sua história? Qual a importância da recuperação das memórias de vida dos velhos moradores da cidade para o trabalho com a educação infantil? Analisar as memórias de infância visa responder a estas questões para conhecer o lugar da infância na história da cidade. Visa também descortinar a visão de infância que ao longo da história foi construída pelos moradores e revelar outras histórias de Tanguá que não foram contadas na história oficial. Foram escolhidos como referências teóricas desta dissertação os autores: Walter Benjamim, Ecléa Bosi e William Corsaro. Estes produziram obras que, por caminhos diferentes, valorizaram a narração, o encontro e a relação entre os seres humanos como princípio que permite a compreensão crítica da realidade e da história e a participação na vida social.O primeiro capítulo traz os caminhos que levaram à estruturação desta pesquisa, os objetivos, a apresentação da cidade de Tanguá, a relação da pesquisadora com a cidade, bem como a revisão bibliográfica e a metodologia utilizada. No segundo capítulo estão as relevantes contribuições dos autores, citados acima, para esta dissertação, contribuições estas que foram fundamentais para pensar qual o lugar da infância na cidade de Tanguá ao longo da história e para a compreensão do valor da narrativa no trabalho com crianças na educação infantil. O terceiro capitulo apresenta um breve resumo sobre a história de cada entrevistado e sua relação com a cidade, o trabalho e a vida. O quarto capítulo traz as análises das histórias de vida e as categorias que emergiram das narrativas dos velhos moradores da cidade. No quinto capitulo as memórias são analisadas sob o prisma das possibilidades educativas que estas possuem para as futuras gerações da cidade, especificamente para o trabalho com a Educação Infantil. O capitulo final, parte do que é possível aprender com as histórias de vida e traz recomendações para a valorização da narrativa no trabalho com a educação infantil.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui