INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: A RELAÇÃO ESCOLA-FAMÍLIA-VIZINHANÇA NA FAVELA DA MARÉ E O PROGRAMA ESCOLAS DO AMANHÃ/BAIRRO EDUCADOR
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): EDSON DINIZ NOBREGA JUNIOR

Colaborador(es):  ALICIA MARIA CATALANO DE BONAMINO - Orientador
MARCELO TADEU BAUMANN BURGOS - Coorientador
Número do Conteúdo: 31727
Catalogação:  11/10/2017 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=31727@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=31727@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.31727

Resumo:
Este trabalho procura contribuir para o debate sobre as relações entre escolas públicas, famílias de origem popular e vizinhança escolar, tendo como referência territórios pobres da cidade, notadamente o conjunto de favelas da Maré. A pesquisa aborda, especificamente,as relações no âmbito do Programa Escolas do Amanhã/ Bairro Educador (PEA/BE), política que se coloca na perspectiva, tanto das novas formas de educação prioritária e compensatória para escolas em territórios vulneráveis, como da reconfiguração dos espaços e tempos escolares e de uma visão ampliada dos espaços educacionais. Do ponto de vista metodológico, um estudo de abordagem qualitativa dessa experiência foi conduzido em escolas públicas municipais de Ensino Fundamental que se caracterizam por serem participantes e não participantes do PEA/BE na Maré. Com o objetivo de indagar a possível existência de diferenças nas relações entre escola-família-vizinhança em escolas que se distinguem basicamente por serem ou não participantes do PEA/BE, foram realizadas entrevistas com diferentes agentes educacionais, escolares, familiares e sociais envolvidos direta ou indiretamente no programa, buscando conhecer a percepção deles acerca dessa política. Particularmente, o Projeto Bairro Educador foi desenvolvido no âmbito do Programa Escolas do Amanhã da Secretaria Municipal de Educação da cidade do Rio de Janeiro (SME-RJ), com a finalidade de aproximar as escolas públicas localizadas em territórios marcados pela violência e que apresentam resultados abaixo da média da sua respectiva rede de ensino, das famílias e de suas vizinhanças, através do uso do território como ferramenta educativa e pedagógica. Os principais resultados da pesquisa permitem afirmar que o Programa Escolas de Amanhã/Bairro Educador não deixou um legado suficientemente consistente a ponto de marcar uma diferença substancial nas relações escolas-família-vizinhança entre as escolas que dele participaram. Uma das possíveis explicações para isso diz respeito à falta de alinhamento entre as orientações do PEA/BE e sua implementação, bem como aos problemas de externalidade, fragmentação e segmentação da coordenação político-pedagógica do BE e à falta de uma orientação mais enfática da SME-RJ acerca dos caminhos a percorrer para atingir os objetivos propostos. O trabalho se encerra com a apresentação de recomendações que pretendem contribuir para a orientação de políticas públicas que tenham como objetivo a aproximação entre escolas-famílias-vizinhança.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui