$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: A DINÂMICA DOS PENSAMENTOS DE SE
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): PEDRO HENRIQUE GOMES MUNIZ

Colaborador(es):  LUDOVIC SOUTIF - Orientador
Número do Conteúdo: 31525
Catalogação:  22/09/2017 Idioma(s):  INGLÊS - ESTADOS UNIDOS

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=31525@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=31525@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.31525

Resumo:
O objetivo global deste trabalho é mostrar que precisamos explicar a dinâmica de pensamentos de se ou pensamentos em primeira pessoa (ou ainda, pensamentos normalmente expressos com o uso do pronome da primeira pessoa) dentro de um quadro mais amplo de uma teoria dinamista dos atos mentais – nos moldes da teoria defendida por Dokic (2001). Argumento que esse movimento é necessário se quisermos lidar com o assim chamado problema da dinâmica cognitiva de tal forma que a explicação seja capaz de capturar as características distintivas dos pensamentos de se e atitudes relacionadas. A tese está dividida em quatro partes principais. No Capítulo 1, faço uma revisão dos argumentos a favor da afirmação de que pensamentos de se são especiais e irredutíveis a outros tipos de pensamentos - de re e de dicto em particular. O Capítulo 2 lida com o problema da dinâmica cognitiva como este foi originalmente formulado por Kaplan (1989), e discute até que ponto ele se aplica a pensamentos de se enquanto pensamentos indexicais. No Capítulo 3, considero algumas das objeções levantadas por céticos com relação ao de se (notadamente, Cappelen e Dever 2013) contra a ideia de que o de se e a indexicalidade essencial como um todo são fenômenos profundos e interessantes e que precisamos dar respostas a eles. O Capítulo 4 mostra que os pensamentos de se apresentam características que não são capturadas por uma teoria dos indexicais. No entanto, dado que uma explicação de sua dinâmica ainda é necessária, aponto para a possibilidade de expandir o escopo do problema que foi formulado por Kaplan para pensamentos indexicais. Uma vez que, como argumento, o problema da dinâmica cognitiva está para além de pensamentos indexicais e tem a ver com o desenrolar de todos os estados intencionais no decorrer do tempo, podemos reformulá-lo como um problema da continuidade interna (mental). Concluo que um estudo das condições nas quais pensamentos de se são apreendidos com o passar do tempo equivale a elaboração de uma teoria (neo-Lockeana) da identidade pessoal.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui