$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: A CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA NO CAIS DO VALONGO: EXPRESSÃO DE RESISTÊNCIA SOCIAL NEGRA NA REGIÃO PORTUÁRIA CARIOCA
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): CRISTIANE MOURA DE OLIVEIRA

Colaborador(es):  VALERIA PEREIRA BASTOS - Orientador
Número do Conteúdo: 31322
Catalogação:  04/09/2017 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=31322@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=31322@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.31322

Resumo:
O presente estudo buscou aprofundar a análise sobre as transformações ocorridas no território do Cais do Valongo desde seu período escravocrata até os dias atuais. Desde então já se configurava como um dos mais importantes portos de desembarque de escravos da época e, consequentemente, desempenhava papel relevante para a economia carioca até seu aterramento para a construção do Cais da Imperatriz, ação esta que teve cunho de conferir novos usos aquela região ao mesmo que tempo buscou esconder vestígios da barbárie da escravidão. Contudo, a partir da cena contemporânea, o Cais do Valongo vivenciou intervenções urbanísticas por conta do processo de revitalização e reurbanização da Região Portuária. Consequentemente, tais intervenções promoveram sua ressignificação através dos grupos afros que, com suas práticas culturais, vêm buscando a valorização do território através do reconhecimento do legado cultural da Matriz Africana, a qual foi sendo construído através de processos históricos na região. Deste modo, intencionou-se buscar compreender as particularidades dos sujeitos envolvidos no processo de resistência identitária, por considerarmos apresentar-se como um caminho de análise importante para o profissional de Serviço Social. Este profissional deve estar atento às ações por parte do capital no tecido urbano, assim como deve destacar a relevância dos movimentos sociais na luta por determinados espaços e as possíveis contribuições dos profissionais junto a esses movimentos de resistência a fim de possibilitar o acesso das minorias ao direito à cidade e de ampliar a discussão do papel do negro na sociedade brasileira.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui