$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: EQUILÍBRIO ENTRE VIDA PESSOAL E VIDA PROFISSIONAL: EXISTE DIFERENÇA DE PERCEPÇÃO ENTRE TRABALHADORES DE DIFERENTES ESTRATOS SOCIOECONÔMICOS?
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARCOS VINICIUS SOARES SERRA FREIRE

Colaborador(es):  ANA HELOISA DA COSTA LEMOS - Orientador
Número do Conteúdo: 30721
Catalogação:  27/07/2017 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=30721@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=30721@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.30721

Resumo:
Já há algum tempo as organizações estão atentas à questão de work-life balance, tendo criado diversos programas e benefícios para promover um melhor equilíbrio entre vida pessoal e vida profissional dos funcionários, visando uma melhoria da produtividade. O tema também é de interesse do mundo acadêmico que pesquisa os impactos nocivos do desequilíbrio para as organizações e para o bem-estar dos funcionários, bem como suas causas e consequências. Todavia, essas pesquisas são, em sua maioria, voltadas para a elite trabalhadora, os whitecollar, dando pouca atenção aos segmentos profissionais menos qualificados. Esta constatação motivou o presente estudo que teve por objetivo compreender como o tema é percebido por indivíduos de diferentes origens socioeconômicas. Ancorado nos postulados de Bourdieu (2007), de que a percepção dos indivíduos é afetada pela classe ou fração de classe social, partiu-se da pressuposição de que a questão do equilíbrio entre vida pessoal e vida profissional não seria percebida, da mesma forma, por indivíduos de diferentes segmentos profissionais. Através de uma pesquisa qualitativa, trabalhadores de diferentes estratos socioeconômicos foram entrevistados visando um entendimento da percepção de cada um em relação ao equilíbrio entre vida pessoal e vida profissional. Os resultados dessa pesquisa indicaram que o tema é mais bem compreendido por trabalhadores de nível socioeconômico superior, sugerindo que work-life balance é um conceito definido pela elite, os pesquisadores da Academia, membros da elite cultural da sociedade (Bourdieu, 2007), para as elites.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui