$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: PARATEXTOS EDITORIAIS NA ERA DA CONVERGÊNCIA DE MÍDIAS: MIGRAÇÕES E DESCENTRAMENTOS
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARINA BURDMAN DA FONTOURA

Colaborador(es):  VERA LUCIA FOLLAIN DE FIGUEIREDO - Orientador
Número do Conteúdo: 30686
Catalogação:  25/07/2017 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=30686@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=30686@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.30686

Resumo:
O texto literário pode hoje ser encontrado em diferentes plataformas, tornando-se acessível no computador, em tablets e até em celulares. Os paratextos editoriais, definidos por Gérard Genette como aparatos que giram em torno do texto principal de um livro, têm acompanhado estes deslocamentos. Sem deixar de exercer suas antigas funções, eles assumem outros formatos e proliferam no ambiente virtual, tendo muitas vezes mais acessos do que o texto da própria obra, considerado principal, veiculado frequentemente na plataforma impressa. Nesta dissertação, abordaremos os paratextos não só como um fenômeno de mercado que concede uma importância crescente à figura do autor, mas também à luz das quebras na hierarquização dos discursos provocadas pela tecnologia digital. Com este propósito, discutiremos o trailer do livro Todos nós adorávamos caubóis, de Carol Bensimon; a coluna As 15 coisas que sei sobre meu próximo livro, de Luisa Geisler, veiculada no Blog da Companhia; a hashtag Vida de escritor, no Instagram da editora Rocco; o folhetim Delegado Tobias, de Ricardo Lísias, publicado pela editora E-galáxia; e o blog da revista Peixe-elétrico.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui