INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: O SENTIDO DO TRABALHO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA ADQUIRIDA
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): MARIANA FERNANDES GOMES GALVAO

Colaborador(es):  ANA HELOISA DA COSTA LEMOS - Orientador
Catalogação:  20/07/2017 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=30609@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=30609@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.30609

Resumo:
O presente estudo teve como objetivo entender o sentido atribuído ao trabalho por pessoas com deficiência adquirida, bem como suas eventuais mudanças, no decorrer de suas trajetórias profissionais. Para alcançar este objetivo, foram entrevistadas dez pessoas inseridas no mercado de trabalho que adquiriram uma deficiência permanente entre a adolescência e a vida adulta. Os resultados da pesquisa sugerem que o sentido do trabalho pode mudar para a mesma pessoa, ao longo da sua vida, levando em consideração fatores internos e externos. A aquisição da deficiência não se mostrou como um fator de interferência nos interesses dos entrevistados, mas os fez enxergar o trabalho de outra forma. O trabalho como forma de prazer e vocação, por exemplo, não apareceu como consequência da aquisição da deficiência, mas sim como parte de suas formações identitárias. A deficiência impactou nos meios de atender a essa vocação ou ter prazer, sendo necessária a superação de novas barreiras. Dentre os sentidos do trabalho que se potencializaram, ou surgiram, a partir da aquisição da deficiência, estão: uma forma de lidar com a deficiência; um lugar de interação social; uma forma de afirmação de capacidade; e um caminho para alcançar a autonomia e empoderamento. A geração de valor por meio do trabalho foi considerada fundamental, seja pela produção de qualidade, com respectiva demonstração e reconhecimento, ou pelo impacto positivo na sociedade. As relações afetivas se mostraram muito importantes para esse grupo, inclusive, à frente da esfera do trabalho. A remuneração foi relatada como uma consequência, mas não como um fator de geração de sentido, assim como a progressão na carreira.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui