$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: MIRAGENS DO ORIENTE: OS MOUROS MÍTICOS NO IMAGINÁRIO NARRATIVO-PERFORMÁTICO BRASILEIRO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): BARBARA DE BRITO ANTUNES LITO DE ALMEIDA

Colaborador(es):  MARILIA ROTHIER CARDOSO - Orientador
Número do Conteúdo: 29994
Catalogação:  16/05/2017 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=29994@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=29994@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.29994

Resumo:
A construção do mouro, em sua multiplicidade composta de vários rostos e histórias, objetivamente, mostra como esses personagens míticos guardam, entre si e com os demais, semelhanças evidentes e diferenças decisivas. Essa constituição híbrida foi encontrada na pesquisa de campo nos festejos tradicionais brasileiros, no Maranhão, da Encantaria da Ilha dos Lençóis e de Cururupu, e em Sergipe, da Chegança de Laranjeiras; e a participação dos mouros míticos bem como a estrutura ritual festiva brasileira e espanhola foram comparadas às festas de Moros y Cristianos, das regiões do Levante e de Andaluzia. Essas matrizes, estudadas em suas manifestações performáticas cíclicas, foram consideradas como narrativas de proveniência enunciativa variada. A pesquisa bibliográfica paralela foi estendida à cultura popular e aos estudos árabes, à religião, à filosofia, à antropologia e à história. O personagem mouro alimentou a investigação com sua capacidade subversiva ante as narrativas oficiais, inclusive as de fundamentação historiográfica, e devida às características contextuais de maleabilidade, resistência, insubordinação e insistente autorecriação contextual. Nos relatos e ritos, o mouro mítico se nega ao desempenho dos papéis do outro e do representante do mal, tradicionalmente impostos através dos séculos. A leitura crítica das performances e narrativas integradas por esse operador semântico-político trabalhou com outros discursos, manifestações coletivas e contextos particulares, em que foram descobertas equivalências e relações, diretas ou indiretas, em traços de atividades culturais brasileiras, em contínuas transformações e redefinições de sentidos, forças e valores de nossa ordem social.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui