INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: MAN IS A JESTER TO MAN: THE DIACHRONY OF HUMOR IN BRAZILIAN POETRY
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): HENRIQUE RODRIGUES PINTO

Colaborador(es):  GILBERTO MENDONCA TELES - Orientador
Número do Conteúdo: 29991
Catalogação:  16/05/2017 Idioma(s):  PORTUGUESE - BRAZIL

Tipo:  TEXT Subtipo:  THESIS
Natureza:  SCHOLARLY PUBLICATION
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=29991@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=29991@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.29991

Resumo:
Poetry and humor are two distinctive methods by which words can be manipulated in order to produce an aesthetic effect. Historically, the use of laughter was present in various ways in models of poetic creation. The act of poetic sublimation in Brazilian literature used irreverence in different social and cultural contexts. Whether this sublimation was used for a scathing attack on individuals or institutions or to modernize Brazilian literature, the act encouraged the questioning of established truths. We seek to investigate these possibilities for dialogue between poetry and humor into three different episodes of Brazilian literature: the satirical poetry of Emilio de Menezes, whose sonnets were used as sharp weapons; the presence of humor in Modernism, especially in the work of authors such as Oswald de Andrade and Barão de Itararé; and the provocative lucidity of Millôr Fernandes, an artist who critically observed with humor the social changes of the twentieth century.

Descrição Arquivo
COMPLETE  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui