INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: CONTRATRANSFERÊNCIA E SEGREDOS DE FAMÍLIA: O TERAPEUTA ENTRE O MANIFESTO E O LATENTE
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): CIDIANE VAZ MELO

Colaborador(es):  ANDREA SEIXAS MAGALHAES - Orientador
Catalogação:  09/02/2017 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=29089@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=29089@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.29089

Resumo:
Na clínica com famílias, constata-se que os segredos familiares possuem funções de preservação da privacidade e da autonomia. Na psicoterapia familiar, determinados segredos assumem uma função central, enredando os membros em alianças inconscientes e pactos denegativos. Tal situação favorece o surgimento, na família, de angústias primitivas e fantasias relacionadas aos seus efeitos, à sua manutenção e à sua possível descoberta. Essas questões tornam-se particularmente pertinentes nos atendimentos, não só pela psicodinâmica envolvida, mas também por haver ressonâncias dos segredos de família no terapeuta e no processo terapêutico de modo geral. Em termos contratransferenciais, o terapeuta pode ficar às voltas com as mais variadas sensações, como dor de cabeça, entorpecimento, ansiedade e confusão. Pode também sentir medo, constrangimento e vergonha ao abordar determinados assuntos, às vezes chegando a perder sua capacidade de pensar e de fazer ligações entre os conteúdos mentais. Contrastada com tais vivências, observa-se também uma curiosidade detetivesca despertada no terapeuta quando em contato com essas famílias, o que pode comprometer a relação terapêutica e os atendimentos propriamente ditos. Diante das dificuldades envolvidas nessas situações, cabe interrogar: como pode o terapeuta compreender os fenômenos contratransferenciais mobilizados nas situações que envolvem segredos de família e utilizá-los a favor do tratamento? No presente estudo, reflete-se sobre tal questão. O conceito de contratransferência é abordado, desde as primeiras teorizações sobre o fenômeno clínico, assim como as noções de contratransferência familiar e de contratransferência mítica. Posteriormente, aborda-se a literatura psicanalítica sobre os segredos familiares diferenciando os tipos de segredos que são constitutivos do psiquismo e da capacidade de pensar autonomamente, daqueles que são vivenciados com angústia, vergonha e/ou humilhação. Por último, busca-se realizar uma articulação entre contratransferência e segredos familiares, tecendo considerações sobre a técnica envolvida no tratamento dessas situações clínicas.

Descrição Arquivo
CAPA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT E SUMÁRIO  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui