INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: OS PSICANALISTAS E AS REDES SOCIAIS ON-LINE: IMAGEM PROFISSIONAL, DESEJOS PESSOAIS E IMPLICAÇÕES CLÍNICAS
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): ISABEL FERREIRA DA SILVA CORREA E CASTRO

Colaborador(es):  ANA MARIA NICOLACI DA COSTA - Orientador
Catalogação:  27/01/2017 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=28870@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=28870@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.28870

Resumo:
O uso das redes sociais vem sendo reportado como uma prática que atravessa o campo profissional, muitas vezes ocasionando prejuízos para seus usuários nesta esfera de suas vidas. Dentre os inúmeros membros que fazem parte delas, estão os psicanalistas, que, em seus pressupostos teóricos e técnicos originais, recebem a instrução para que mantenham partes de suas individualidades reservadas de pacientes, ao mesmo tempo em que fazem parte desta prática social cuja dinâmica de uso envolve uma voluntária exposição de aspectos pessoais em redes de relacionamento on-line. Diante desta realidade, como se posicionam os psicanalistas? Eles publicam dados pessoais? De que tipo? Seus pacientes fazem parte das suas redes de relacionamento on-line? Há alguma consideração clínica no uso que fazem delas? Partindo de tais questionamentos, o presente trabalho procura refletir sobre as questões postas inicialmente, assim como tornar mais clara a dinâmica de uso das redes sociais, por parte destes profissionais. Para alcançar estes objetivos, foram realizadas entrevistas com psicanalistas que usam redes sociais há, no mínimo, três meses. Os dados coletados foram analisados a partir do Método da Explicitação do Discurso Subjacente (MEDS) e os resultados apontaram para um panorama inicial em que três vertentes se destacam: imagem profissional, desejos pessoais e implicações clínicas.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui