$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: TRAIÇÃO EM DESCONSTRUÇÃO: SOBRA A TRADUÇÃO, O SUBJÉTIL, A DANÇA E ALÉM
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): SÉRGIO PEREIRA ANDRADE

Colaborador(es):  PAULO CESAR DUQUE ESTRADA - Orientador
Número do Conteúdo: 28291
Catalogação:  05/12/2016 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=28291@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=28291@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.28291

Resumo:
Proponho um atravessamento entre rastros do pensamento de Jacques Derrida, sobretudo quanto à tradução, ao subjétil e à alteridade, no intuito de criar possíveis tensões entre Filosofia e Dança, reafirmando, ao mesmo tempo, o gesto da traição incondicional da desconstrução. A noção de traição no pensamento derridiano aparece como uma im-propriedade de todo texto em seu processo irredutível de forçamento de sentido em alteridade. Tal concepção abre uma brecha para se pensar a cena da escritura como uma travessura de atravessamento entre textos, uma passividade incondicional de passagem ao Outro – a qual, para Derrida, é o sentido radical da tradução. Nessa perspectiva, interessa discutir como a desconstrução no seu movimento de manutenção da tensão da diferença pode impulsionar uma arrombadora disseminação do pensamento que não se deixa reduzir ao uno, a identidade de um uno, e seus mecanismos de exclusão e denegação do Outro. Para tanto, assumo uma tessitura errante e, incondicionalmente, inconclusa entre textos de Jacques Derrida, Walter Benjamin, Antonin Artaud, Homi Bhabha, Freud entre outros autores que contribuem no processo de inscrição do pensamento na pulsão do para além. Essa tessitura não busca reafirmar o que eles disseram ou se referiram ou, ainda, escrever como eles ou a respeito deles, mas inscrever diretamente neles, ou melhor, naquilo que se chama eles, subject, it, il. A proposta se mune do processo de sobreposição, altercação, impregnação e operação cirúrgica sobre a indecidível pele que atravessa autores-textos lançando-os às margens da desconstrução. Sobre as margens, a Filosofia e seus homens – dignos de nome – podem também dançar as avessas, num gesto duplo e não-dialético de contaminação e perturbação entre Dança e Filosofia, afirmando a fronteira como uma força de tensão e crise.

Descrição Arquivo
CAPA, DEDICATÓRIA, AGRADECIMENTOS, RESUMO, ABSTRACT, SUMÁRIO, EPÍGRAFE  PDF
CAPÍTULO 1  PDF
CAPÍTULO 2  PDF
CAPÍTULO 3  PDF
CAPÍTULO 4  PDF
CAPÍTULO 5  PDF
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui