$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: REDES DE TRABALHO E AÇÃO: COLABORAÇÃO, PRODUÇÃO E POLÍTICA NO CONTEMPORÂNEO
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): CAROLINA SALOMAO CORREA

Colaborador(es):  SOLANGE JOBIM E SOUZA - Orientador
Número do Conteúdo: 27467
Catalogação:  23/09/2016 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE      trabalho premiado
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=27467@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=27467@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.27467

Resumo:
A presente tese tem como objetivo identificar e entender as relações entre as transformações do trabalho e o recente ciclo global de lutas. A compreensão partilhada nessa investigação é de que a partir da década de 1980, o trabalho passa por uma transformação sem perder sua centralidade. Entretanto, vale destacar, sua centralidade será renovada pela transformação. Diferentemente da dinâmica fordista que tendia a excluir a subjetividade do trabalhador nos processos produtivos, o trabalho pós-fordista exige a participação subjetiva do trabalhador não apenas na produção. Ou seja, o trabalhador participa através da sua capacidade de criar, imaginar, intervir, mas, também, nas dinâmicas de circulação. A produção contemporânea se dá, portanto, extrapolando os espaços de confinamento fabris de outrora, difundindo-se por todo tecido social numa cooperação entre redes e ruas. Nesse contexto, a cidade converte-se em espaço de produção e valorização do trabalho. Diante das condições de vida e trabalho na cidade, cada vez mais precária, a metrópole constitui-se também como terreno das lutas por melhores condições de vida e gestão democrática da cidade. Articulado aos movimentos globais, o levante brasileiro de junho de 2013 constituiu-se como desvio da tese que nos impele à investigação das associações que os movimentos reivindicativos de direitos permitem estabelecer com as questões do trabalho metropolitano. Em termos metodológicos, acolher o desvio diz respeito à construção de um pensamento que se alimenta do encontro com o mundo e, nesse sentido, questiona continuísmos artificiais. Essa opção metodológica faz da pesquisa uma prática inventiva que exige o esforço de conceber outras maneiras de pensar os caminhos e modos de fazer da pesquisa. O método mais do que mero instrumento, é ele mesmo questão de pesquisa. Assim, enquanto teoricamente a investigação se articula em torno das problemáticas do trabalho, e dos direitos, estendendo-se para as questões da vida na metrópole, metodologicamente, a tese se ocupa com a própria forma de apresentar o conhecimento produzido, buscando um método que lhe faça justiça.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui