$$\newcommand{\bra}[1]{\left<#1\right|}\newcommand{\ket}[1]{\left|#1\right>}\newcommand{\bk}[2]{\left<#1\middle|#2\right>}\newcommand{\bke}[3]{\left<#1\middle|#2\middle|#3\right>}$$
INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC|



Título: HAVING OR NOT HAVING CHILDREN: DESIRE OR DESTINY? FAMILY, FEMALE SUBJECTIVITY AND NOT HERHOOD
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): VIVIANE ANDRADE PEREIRA

Colaborador(es):  TEREZINHA FERES CARNEIRO - Orientador
Número do Conteúdo: 27174
Catalogação:  15/08/2016 Idioma(s):  PORTUGUESE - BRAZIL

Tipo:  TEXT Subtipo:  THESIS
Natureza:  SCHOLARLY PUBLICATION
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=27174@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=27174@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.27174

Resumo:
Starting from the theoretical studies that address the conjugality and contemporaneity and concepts of psychoanalytic theory, this study aimed to investigate the representations of family and motherhood, in view of the transformation of the female subjectivity today. The context of postmodernity and globalization appears as a backdrop to reflect on the ideas of family, love, female world and psychic representation of children for women. The main question was to understand how married women deal with the absence of children in the context of the reconfiguration of the role of women in contemporary society. The study informants were nine heterosexual women living with their partners within the state of Rio de Janeiro, aged among 42 and 54 years old, married at least for five years and without children. A qualitative methodology, based on interviews with semi-structured questions, which included relevant issues in order to achieve the proposed objectives, was used. And for the evaluation of the collected material it was used content analysis method, as proposed by Bardin (2010). The results pointed to two main sets of issues that are intertwined in complex ways .The first highlights the fact that, in the context of changes in society and, consequently, the role of women, not having children does not mean a failure in being a woman project, but rather a defensible choice. On the other hand, the second points out that, despite all the changes and new family arrangements, the question and the dilemma of to be or not to be mother still attend as central to female subjectivity, and often, the feeling of love still harnessed to the romantic standard, leading to perceive children as essential to the marital bliss model.

Descrição Arquivo
COMPLETE  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui