INFORMAÇÕES SOBRE DIREITOS AUTORAIS


As obras disponibilizadas nesta Biblioteca Digital foram publicadas sob expressa autorização dos respectivos autores, em conformidade com a Lei 9610/98.

A consulta aos textos, permitida por seus respectivos autores, é livre, bem como a impressão de trechos ou de um exemplar completo exclusivamente para uso próprio. Não são permitidas a impressão e a reprodução de obras completas com qualquer outra finalidade que não o uso próprio de quem imprime.

A reprodução de pequenos trechos, na forma de citações em trabalhos de terceiros que não o próprio autor do texto consultado,é permitida, na medida justificada para a compreeensão da citação e mediante a informação, junto à citação, do nome do autor do texto original, bem como da fonte da pesquisa.

A violação de direitos autorais é passível de sanções civis e penais.
Coleção Digital

Avançada


Estatísticas | Formato DC



Título: ALÉM DAS MURETAS DO ELEVADO PAULO DE FRONTIN
Instituição: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO - PUC-RIO
Autor(es): SABRINA BRIDI MARCONDES MARTINS

Colaborador(es):  RODRIGO RINALDI DE MATTOS - Orientador
Número do Conteúdo: 26635
Catalogação:  17/06/2016 Idioma(s):  PORTUGUÊS - BRASIL

Tipo:  TEXTO Subtipo:  TESE
Natureza:  PUBLICAÇÃO ACADÊMICA
Nota:  Todos os dados constantes dos documentos são de inteira responsabilidade de seus autores. Os dados utilizados nas descrições dos documentos estão em conformidade com os sistemas da administração da PUC-Rio.
Referência [pt]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=26635@1
Referência [en]:  https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/colecao.php?strSecao=resultado&nrSeq=26635@2
Referência DOI:  https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.26635

Resumo:
Nos últimos anos foi possível observar um processo de mudança no conceito de mobilidade urbana. Existe hoje uma maior valorização dos percursos feitos a pé ou de bicicleta, e também maior consciência da necessidade de investimentos na melhoria do transporte público. Essa é uma das razões pelas quais algumas cidades do mundo estão repensando o espaço público e tentando devolver à população áreas que antes se encontravam degradadas e abandonadas pelo poder público, chegando a demolir alguns viadutos. Desta forma, pode-se dizer que a demolição do Elevado da Perimetral, na zona portuária do Rio de Janeiro, foi um marco divisor na história do urbanismo nacional. Por isso, é possível supor que, em função dos resultados obtidos no porto do Rio, outras regiões da cidade que apresentem características semelhantes e que sejam impactadas com a construção de um viaduto, também entrem no rol de discussões e, consequentemente, sejam alvo de estudos e intervenções urbanísticas. Por esta razão, este trabalho teve como principal objetivo investigar o que torna um bairro de boa ou má qualidade para os seus moradores, ou, mais especificamente, verificar se a presença ou não de um viaduto é determinante para a mensuração da qualidade do espaço urbano por parte de sua vizinhança imediata. Como estudo de caso, optou-se pelo Elevado Paulo de Frontin, localizado no bairro do Rio Comprido, na cidade do Rio de Janeiro. Metodologicamente, esta pesquisa tem partes de cunho teórico, onde se buscou analisar a origem do caos urbano e a história do bairro em questão, e uma parte que tem como principal foco o resultado das entrevistas realizadas com moradores e ex-moradores do Rio Comprido. A conclusão a que chegamos é que a presença ou não de um viaduto é menos relevante para a qualidade do espaço do que se supõe o senso comum: ele não é determinante, por si só, para a depreciação ou degradação de um bairro, mas pode ser um agravante. Essa constatação reforça ainda mais a importância da participação popular nas decisões da cidade.

Descrição Arquivo
NA ÍNTEGRA  PDF
Agora você pode usar seu login do SAU no Maxwell!!
Fechar Janela



* Esqueceu a senha:
Senha SAU, clique aqui
Senha Maxwell, clique aqui